bruxismo

Bruxismo: causas, sintomas e tipos

dentista2

Talvez o bruxismo não seja algo totalmente desconhecido para você, provavelmente você já ouviu falar sobre ou leu em algum lugar algo relacionado a ele. Afinal, você sabe de fato o que é o bruxismo? E se por acaso você tiver bruxismo? O que fazer?

Vamos lá!

O que é bruxismo?

O bruxismo se caracteriza pelo ato de ranger ou apertar os dentes durante o dia, ou durante a noite, o que pode ser mais comum durante o período do sono.

Causas do bruxismo

As causas do bruxismo ainda não foram totalmente descobertas. Existem algumas situações que podem contribuir para que ele se desenvolva. Os mais comuns são:

bruxismo

Estresse

São situações que por estar tão comum em seu dia a dia, normalmente não são percebidas, mas a forte exposição a situações de estresse, ansiedade, esgotamento físico e emocional, podem contribuir para o surgimento do bruxismo.

Em alguns casos, de bruxismo noturno, quando ocasionado por situações de estresse tendem a ser amenizados quando o emocional também é melhorado.

Personalidade

Mas o que minha personalidade tem a ver com isso? Está basicamente bem próximo ao que falamos no parágrafo anterior, pessoas muito agitadas, ansiosas, nervosas, tendem a desenvolver o bruxismo. Por se e expor com mais frequência a situações de alto nível de estresse ou raiva. Por isso, se por acaso você já identificou alguma característica acima, parecida com você em seu dia a dia, talvez seja a hora de rever alguns comportamentos e tentar levar a vida de uma forma menos “intensa” em algumas emoções.

Medicação

Infelizmente algumas medicações podem contribuir para melhoras, mas em outros casos podem prejudicar o nosso organismo de outra forma. Existem casos onde o bruxismo pode ser provocado por uso de algumas medicações, como para o tratamento de depressão, Parkinson, autismo, entre outras.

Essas medicações podem afetar o organismo tendo como efeito colateral o desenvolvimento do bruxismo. É sempre importante observar algumas modificações em seu corpo ao tomar alguma medicação, e lembre-se sempre de procurar quem te receitou para acompanhar e analisar se você deve ou não continuar fazendo o uso.

Hereditariedade

Talvez essa seja uma possibilidade que não passou por você como causa do bruxismo. Mas é importante analisar se existe caso de bruxismo na família, pois caso tenha, existe probabilidade de ser desenvolvido em outro membro da família.

Transtorno obsessivo compulsivo

Mais um fator ligado ao sistema nervoso e emocional que pode contribuir para o desenvolvimento do bruxismo, o transtorno obsessivo compulsivo, ou também conhecido como TOC, pode também estar associado ao bruxismo. É basicamente o que já falamos em algumas causas anteriores, situações de estresse frequente, pode desencadear o ranger dos dentes no período da noite ou dia.

Fatores de risco do Bruxismo

Além de causas que nem sempre são controlados por nós, existem alguns fatores que temos certa responsabilidade e que contribuem com o desenvolvimento do distúrbio.

Consumo de álcool

Vish, e aquela cervejinha no fim de semana? Claro que o consumo com responsabilidade e equilíbrio é aceitável, porém, a bebida alcoólica afeta o sistema nervoso central, principalmente se o consumo for próximo ao horário de dormir, gerando certa agitação e alteração na ativação muscular. Isso também prejudica e reduz a qualidade do sono.

Cafeína

Gosta daquele cafezinho ou de um chá? Essas bebidas contém cafeína em sua composição, que é uma substância estimulante. Claro que o seu consumo não é proibido, porém é importante evitar ingerir perto do horário de dormir, assim como a bebida alcoólica, para que não prejudique a qualidade do sono.

Tabagismo

Mais um hábito que influencia para o desenvolvimento do bruxismo, devido a nicotina, substância também estimulante. É possível que essas substâncias afetem os neurotransmissores de dopamina (hormônio do prazer), e gerem o funcionamento involuntário da mandíbula.

No caso de um indivíduo fumante, a chance de se desenvolver o bruxismo pode ser muito maior do que em pessoas que não são fumantes. Os seus hábitos prejudicam sua saúde? Então talvez seja o momento de rever.

Idade

Não existe idade certa para o surgimento do bruxismo, porém, pode acontecer em alguns casos, com mais frequência em crianças. Devido ao nascimento dos dentes, e normalmente desaparecem após a arcada dentária estar completa.

Sedentarismo

Outro fator que contribui para o surgimento do bruxismo é o sedentarismo, por isso, se você não pratica nenhum tipo de exercício, talvez seja o momento de ficar atento e procurar se exercitar um pouco. Mexa-se!

Sintomas do bruxismo

Reforçamos durante todo o texto que o apertar do dentes pode ser mais comum durante a noite, então como identificar se acontece na maior parte dos casos enquanto durmo?

Fique atento então a alguns sintomas!

  • Observe se seus dentes estão achatados, se possuem algumas fraturas ou se estão lascados e soltos
  • É importante analisar também o esmalte dental desgastado, deixando visível as camadas mais profundas do dente.
  • Aumento da sensibilidade ao ingerir ao gelado ou doce.
  • Se você dorme com outra pessoa, é importe perguntar a ela se percebe algum barulho que o incomode durante o sono, em alguns casos é possível que seja escutado por uma pessoa ao lado
  • Dor na mandíbula ou no rosto
  • Dor parecida com a dor de ouvido
  • Dores de cabeça
  • Barulhos ou o famoso “zumbido” no ouvido
  • Dores no maxilar ou pescoço

 

Sintomas graves

bruxismo infantil

Bruxismo Infantil

Como já falamos anteriormente, o bruxismo não tem idade, porém é bem comum em crianças, devido aos dentes ainda estarem crescendo.

Em crianças, além do fator do crescimento dos dentes, o fator emocional também pode influenciar como em situações de ansiedade ou alterações emocionais. Por exemplo, quando acontece a mudança de escola, separação dos pais, ou uma rotina muito acelerada. Por isso é muito importante observar o comportamento da criança.

Além disso, existem algumas doenças que podem influenciar no desenvolvimento do bruxismo infantil, como doenças respiratórias ou alérgicas.

Diagnosticando o bruxismo

Mesmo que você já tenha identificado todos os sintomas do bruxismo, nunca faça o diagnóstico sozinho, procure sempre pela orientação de um dentista.

Normalmente após o surgimento de dores de cabeça, ou quando se observa o desgaste dos dentes, é feito o diagnóstico do bruxismo. Por isso, antes de tudo, é muito importante ficar atento aos sinais que o seu corpo anda mandando.

Exames que auxiliam no diagnóstico:

Raio X

Um exame que pode auxiliar no diagnóstico do bruxismo, é o raio x da boca, onde é capaz de perceber se existem fraturas, desgastes ou algum tipo de alteração nos dentes, além de permitir analisar a mandíbula e a gengiva.

Força de mordida

A análise de força de mordida é uma placa ou um molde com sensores que conseguem medir a força de sue mordida. Dessa forma, é possível examinar a saúde dos músculos que estão envolvidos na mastigação.

dentista1

Polissonografia

Como a maior parte dos casos de bruxismo acontece durante a noite, um dos exames com mais chances de identificar esse distúrbio durante o sono, é a polissonografia, também conhecida como exame do sono.

O exame também é útil para identificar o grau dos movimentos, além de auxiliar no descarte de outros transtornos que também podem estar associados a dor na mandíbula ou dor de ouvido. Como, distúrbios dentários, problemas com a articulação temporomandibular (TAM) e distúrbios do ouvido, como infecções.

Provavelmente você já viu em algum lugar sobre esse tipo de exame, o exame é realizado com a colocação de sensores (como pequenos adesivos), em determinadas parte do corpo. O procedimento registra sobre a respiração, atividade muscular e cerebral.

bruxismo cura

Bruxismo tem cura?

Ainda não existem estudos que comprovem a cura do bruxismo, mas quando tratado é possível controlar.

Qual o tratamento para bruxismo?

O tratamento do bruxismo é um tratamento multidisciplinar, normalmente não envolve somente uma área da saúde, como já mostramos, a doença está ligada ao sistema nervoso e emocional também, então é preciso ver várias formas de fazer esse tratamento.

Placa dentária

O tratamento mais comum e utilizado nos casos de bruxismo são as placas dentárias, elas são feitas de acordo com o formato da boca do paciente, ajudando assim na correção dos movimentos e reduzindo o atrito entre os dentes, evitando o desgaste e prevenindo as dores na mandíbula.

Aparelho

O uso do aparelho ortodôntico auxilia também no tratamento do bruxismo, ajuda na correção da arcada dentária.

Exercícios

Em casos mais brandos do bruxismo, alguns exercícios para relaxar a mandíbula e os dentes podem ser indicados por um profissional.

Esses exercícios são feitos a partir de orientação profissional e pode ser feito até mesmo em casa, existem também fisioterapia para região da face, que também podem ajudar nas dores.

Acompanhamento psicológico

Como o bruxismo também está ligado ao emocional, o tratamento psicológico é muito importante para reduzir o estresse e o esgotamento emocional.

Botox

A aplicação de botox pode auxiliar muito no tratamento, pois são feitas aplicações no músculo da face, os quais são responsáveis pelo movimento da mandíbula, ajudando assim no alívio da força que é realizada quando se fecha a boca.

Medicação

E caso o dentista ache necessário, é possível que durante o tratamento seja indicado algumas medicações, para que o tratamento seja mais eficaz.

Tratamento complementar para o Bruxismo

Atualmente é possível encontrar no mercado alguns métodos que também auxiliam nesse tratamento.

São eles: meditação, yoga, acupuntura.

É sempre importante lembrar que nossa saúde é composta por um todo, corpo e mente andam juntos, por isso, se cuide em todos os aspectos. Pratique exercícios, leve uma vida mais leve, tenha uma boa noite de sono, boa alimentação e sempre que necessário faça visitas ao dentista.

Como reforçarmos em todo o texto, a busca pelo profissional qualificado é muito importante, lembre-se que você está colocando sua saúde  nas mãos  de uma pessoa, e ela tem zelar o máximo por ele.

Se você está em dúvida sobre qual escolher, nós te ajudamos nessa escolha também. A Clínica OralDents traz um novo conceito em Odontologia. Aliando conforto, tecnologia, técnicas avançadas e equipe qualificada, proporcionamos aos nossos clientes excelência em tratamentos odontológicos, oferecendo uma excelente relação custo-benefício.

O que você estar esperando para garantir seu novo sorriso???

Clique aqui e faça agora o seu agendamento fácil!

Seu sorriso e bem estar em primeiro lugar!

dentista

Leave a Comment

(0 Comments)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Logo Agende Uma Consulta Agora!