O Que Você Procura ?

Curativo no dente

Curativo no dente: quais os cuidados que devemos ter

dentista2

Por que devemos colocar curativo no dente e para que serve? Quando nos ferimos é natural colocar um curativo sobre o machucado, para que proteja ele, certo? Mas quando é no dente, o que fazemos?

Da criança ao adulto, em qualquer fase da nossa podemos nos machucar. O mesmo acontece com nossos dentes, quando algum deles está numa situação de tratamento, o selante – curativo no dente, entra em ação para protege-lo.

Descubra neste texto como esse selante é importante para sua saúde bucal e muitas outras informações que você precisa saber. Uma boa leitura e vamos lá!

Curativo no dente antes da restauração

De modo geral, também chamado de selante, o curativo no dente é um cuidado paliativo de grande ajuda nos tratamentos odontológicos.

Afinal, ele serve para proteger um dente quebrado ou um que não pôde terminar um procedimento no mesmo dia, como uma restauração ou um canal.

O curativo dentário é um selante à base de dois compostos químicos, o óxido de zinco e o eugenol. Juntos eles podem ser usados para proteger a integridade interna do dente para que ele volte a sua funcionalidade.

Por que se colocar curativo no dente?

Em alguns casos, dependendo do tipo de tratamento que será realizado pelo dentista e o tempo que esse procedimento pode demorar, precisará aplicar o curativo.

O fato de que em alguns casos, não é possível terminar o tratamento na mesma consulta. Com isso, para que o dente não fique aberto e exposto a bactérias ou outras sujeiras até o fim do procedimento é colocado um curativo nele.

Vale destacar que o curativo só poder ser usado por um curto período de tempo, um dos motivos que também chama a atenção para tirá-lo é uma coloração esbranquiçada.

Curativo no dente para que serve

dentista1

Curativo no dente para que serve?

Existem casos de que a necessidade de usar um selante é imprescindível, entre elas temos a dor de dente motivada por uma cárie, por exemplo.

Imagine a seguinte situação, Roberto está com uma cárie em seu dente e vai ao dentista. Chegando lá é realizada a remoção da cárie, porém, não foi possível acabar o procedimento no mesmo dia.

O dentista então coloca um curativo no dente de Roberto e pede para que ele volte nos próximos dias.

O dente com o selante recebe uma restauração temporária, que tem como objetivo protege-lo da exposição a bactérias.

Passado o período, Roberto pôde voltar ao consultório e finalizar seu procedimento bucal, o curativo é removido e assim é dada continuidade ao tratamento.

Mas há também outros casos, como queda de uma restauração antiga ou quando quebra um dente e também a dor de dente.

A dor de dente pode ser considerada como o principal motivo para o uso do curativo no dente, já que esse incômodo é causado, na maioria das vezes, por uma cárie.

Quando acontece situações como a de uma restauração dentária quebrar ou cair pode ser necessário fazer um tratamento de canal (ou não), mas, depois do devido tratamento, o profissional pode colocar o curativo.

Passando alguns dias, o dentista especializado faz a obturação do dente de forma definitiva, ou ainda, poderá realizar o tratamento de canal, caso seja necessário.

Curativo no dente não é canal

É comum confundirem o selante com o tratamento de canal, mas te garanto que são procedimentos totalmente diferentes, como irei explicar logo abaixo.

Apesar do curativo ajudar no início do tratamento de uma cárie, a restauração (tratamento de canal) seria a próxima etapa desse procedimento, que é realizada com uma resina na cor do dente, que preserva a estética e devolve a função mastigatória.

Outro fator é precisa ser levado em consideração para diferenciá-los, é de que os curativos só podem ser usados por um determinado tempo, por isso é considerado uma medida paliativa.

Quanto tempo dura um curativo no dente?

Não há um limite certo, mas é aconselhável que fique com o curativo no dente o mínimo possível.

É comum que muitos pacientes apresentem um alívio na sintomatologia dolorosa ou se sentem seguros logo após a cavidade dentária ser recoberta pelo material provisório e não foram mais ao dentista.

Porém, as consequências podem ser graves. Sem a falta do devido cuidado a infecção pode voltar e o dente começa a doer novamente. Caso as cáries não sejam totalmente removidas podem destruir mais ainda o dente e o risco de perde-lo é maior ainda.

Curativo no dente doí?

Na grande maioria das vezes o curativo no dente não doí ou gera algum incomodo. No entanto, se o dente que tem o selante apresentar dores, procure imediatamente um atendimento odontológico. A partir disso será necessário fazer um novo curativo e também uma nova medicação (em casos de um curativo para tratamento de canal).

Além das dores que muitos alegam que sentem pós o procedimento. Alguns pacientes relatam um gosto ruim logo após fazer o curativo.

Isso acontece porque possivelmente alguma infiltração deixou extravasar o gosto da medicação colocada dentro do canal, fazendo com que seja possível sentir seu gosto.

O conselho é se atentar ao máximo e seguir todas as recomendações de seu dentista.

E se eu não finalizar o tratamento?

A falsa sensação de tudo estar certo por causa do curativo pode trazer muitas complicações como já tido acima.

Mas existem mais riscos caso o procedimento não seja devidamente finalizado, então o paciente pode sofrer com algumas situações.

Entre as mais comuns, destacamos as dores mais fortes, formação de abcesso dentário, gosto ruim na boca, comprometimento do osso ao redor do dente por alguma infecção e outros motivos.

Além desses, é possível também que o dente se quebre, já que o curativo não tem a mesma resistência que uma restauração.

É importante adotar alguns cuidados para que sua experiência com o curativo selante seja um problema, como evitar mastigar em cima do dente, realizar a higiene bucal de forma completa, não tentar removê-lo e voltar ao dentista no momento determinado.

Curativo no dente e os cuidados que devemos ter

Para proteger o seu dente e seu curativo, seguem algumas recomendações:

  • Evite mastigar do lado em que o selante está. Esse cuidado vale principalmente para o primeiro dia já que o material ainda não está 100% fixado e corre o risco de quebrar;
  • Mantenha uma higiene bucal bem caprichada após às refeições, sem se esquecer do fio dental;
  • Não remova o curativo (em hipótese alguma). Isso pode piorar a situação do dente lesionado, causando algum tipo de infecção.

Não é aconselhável remover o selante em casa, porque os materiais que são aplicados apresentam certa rigidez e apenas com a utilização de brocas apropriadas o material pode ser totalmente removido.

Assim qualquer manobra inapropriada pode resultar em fraturas, dor e até perda do dente, por isso não tente. Mas caso o curativo saía procure imediatamente o dentista.

Agora que já sabe sobre o curativo no dente e suas propriedades selantes, sempre será recomendável que mantenha as idas ao consultório dentista.

E é claro, não caia no erro de achar que o curativo representa o tratamento de canal ou ainda que não precisa adotar outros cuidados porque a dor parou.

Por último, lembre-se: o curativo no dente não é restauração definitiva. Afinal, quanto mais rápido for feita a intervenção definitiva maiores são as chances de sucesso no seu tratamento.

Sabe como?! Você pode aproveitar e agendar sua avaliação gratuita conosco aqui!

E se gostou do nosso texto, tem alguma dúvida ou sugestão pode deixar nos comentários que será um prazer responde-los.

dentista

Leave a Comment

(0 Comments)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Logo Agende Uma Consulta Agora!