O Que Você Procura ?

DTM

DTM: descubra tudo sobre a disfunção temporomandibular

dentista2

Já aconteceu de sentir aquela dor no rosto, mas não saber de onde ela está vindo? Dores assim podem ser ocasionadas por diferentes fatores, entre eles, temos a Disfunção Temporomandibular ou DTM.

Também conhecida como dor orofacial. Aqui iremos falar desde como identificar o problema que ocasiona a DTM até o seu tratamento. Tenha uma ótima leitura.

O que é a Disfunção Temporomandibular?

DTM, essa sigla se refere à disfunção temporomandibular, nome dado a um conjunto de sinais e sintomas que afetam a musculatura da mastigação e a articulação temporomandibular (ATM).

A ATM – é aquela que liga nossa mandíbula e o crânio, na região anterior à orelha. É considerada como uma das articulações mais complexas do corpo humano, sendo responsável por todos os movimentos do maxilar inferior – a mandíbula.

A DTM pode se dividir em três tipos, sendo as principais:

  • a muscular, que ocorre quando a musculatura do sistema mastigatório sofre um excesso de tensão;
  • a articular, que pode se dar tanto por uma sobrecarga da articulação quanto por traumas ou até doenças degenerativas, como osteoartrose e artrite reumatoide;
  • e a mista, aquela que une os distúrbios musculares e articulares.

Causas da DTM:

Uma das principais causas da disfunção temporomandibular são o estresse e a ansiedade.

Para alguns profissionais, acredita-se que estes podem ser alguns dos fatores relacionados ao desenvolvimento de disfunções na DTM:

– traumas na mandíbula;
– artrite na ATM;
– má postura;
– características anatômicas, relacionadas à formação da mandíbula durante o nascimento;
– hábitos como morder os lábios ou bochechas;
– hábitos como apoiar a mandíbula nas mãos, morder pontas de caneta e roer as unhas;
– distúrbios de sono e dificuldade de dormir;
– estresse.

Além dos sintomas acima, a DTM pode também estar ligada ao bruxismo, hábito de ranger os dentes, por isso é importante identifica-la.

Como identificar a disfunção temporomandibular:

Ao sentir sintomas como os acima, é aconselhável que busque um profissional responsável e especializado.

dentista1

É indicado que procure por um dentista, a partir disso conferir suas especialidades e julgar se ele se encaixa dentro do que você precisa.

Mas não é a só ida ao consultório que é necessária, conversas e exames clínicos, como palpação da musculatura e da articulação e detecção de ruídos, ajudam a identificar o problema e achar a melhor forma de tratamento.

DTM Sintomas

DTM Sintomas:

A importância de entender sobre a disfunção temporomandibular é como ela pode afetar a própria articulação – isto é, a ATM como foi dito mais acima.

Como a maioria dos sinais e sintomas está relacionada à dores ou limitação para abrir a boca: dores de cabeça, zumbido e sensação de ouvido entupido e ruídos na articulação (estalos e crepitação).

Mas além desses sintomas, muitas vezes podem estar presentes a uma série de outros transtornos bucais, o que dificulta o diagnóstico da DTM.

A disfunção temporomandibular também possui outros sintomas como:

  • Dores no pescoço e nos ombros;
  • Mudança brusca no encaixe da mandíbula;
  • Sensação de “clique” ao abrir e fechar a boca;
  • Flacidez nos músculos dessa região;
  • Cansaço no rosto, principalmente ao mastigar.

Ao sentir qualquer dos sintomas acima, busque um profissional especializado, lembrando que é fundamental manter as visitas ao dentista regularmente.

Problemas que a disfunção temporomandibular pode causar?

A longo prazo, o transtorno pode trazer consequências graves para sua saúde bucal. Um exemplo disso são as que estão relacionadas com problemas articulares, podendo gerar uma doença degenerativa, alterando consequentemente a sua mordida.

A DTM também pode agravar a intensidade e a frequência de outros tipos de cefaleia, caso da enxaqueca.

Pacientes neste quadro de dor podem apresentar ainda dores no pescoço, no ouvido e na face; dificuldade para abrir e fechar a boca e também ouvir barulhos ao se movimentar.

Em casos relacionados a depressão e ansiedade podem se agravar com o quadro da mandíbula.

Esses sintomas também podem interferir no tratamento, dificultando o tratamento.

DTM tratamento:

Segundo os especialistas, a disfunção temporomandibular não tem cura. Calma que não há motivos para se desesperar, porque apesar disso é possível controla-la.

Sendo diagnosticada, o processo de cura é muito tranquilo, mas lembre-se sempre de consultar um cirurgião-dentista especializado no tema.

Importante destacar também que mesmo em tratamento, ainda é possível ter algumas crises de dor na ATM ao longo do tempo.

Outro motivo para se acalmar é saber que existem técnicas simples e não-invasivas para contornar o problema, podendo conviver de forma mais tranquila com a DTM.

Como a disfunção temporomandibular pode ter diferentes causas e efeitos sobre o corpo, como abordagens odontológica e fisioterápica, mas em casos mais raros e crônicos, também psicológica, como nos casos de ansiedade e depressão.

Ainda nesse sentido, também tem a possibilidade de alterações hormonais que podem influenciar no tratamento. Por isso, o processo pode incluir profissionais de diferentes áreas, como psicólogos, fonoaudiólogos, endocrinologistas, entre outros.

Dos tratamentos para os transtornos na ATM podemos incluir:

Placas de mordida

Elas são indicadas especialmente para pessoas que costumam ranger os dentes enquanto dormem.

Exercícios fonoaudiólogos

Tem como objetivo treinar a “postura” da mandíbula e fazer o alongamento e o fortalecimento dos músculos.

Exercícios de fisioterapia

Diversas técnicas como eletroterapia, ultrassom e laser, melhoram a cicatrização dos tecidos e a mobilidade.

Medicamentos

Alguns exemplos como analgésicos e relaxantes musculares podem trazer alívio. Entretanto, quando usados com prescrição médica.

Acupuntura

Responsável por aumentar a quantidade de endorfinas, a técnica ameniza a dor e ajuda a reduzir o estresse.

Cirurgias

Para casos mais graves, é indicado quando não há resposta à terapia convencional.

Mitos e verdades sobre ATM e DTM:

Apesar deste texto ter o objetivo de esclarecer todas as dúvidas sobre a disfunção temporomandibular e a articulação temporomandibular, deixo aqui alguns mitos e verdades sobre as disfunções.

  1. Mulheres são as mais afetadas pelas disfunções da ATM?

R: Verdade!

Mulheres em idade fértil são um dos grupos que estão mais sujeitos ao desenvolvimento da DTM – mas é importante destacar que isso não significa que o transtorno não atinja homens, crianças e mulheres de todas as idades, viu?

Casos de problemas na ATM estão se tornando cada vez mais comuns entre os adolescentes, por isso busque um profissional adequado, como o odontopediatra.

  1. Cirurgia é a única solução para a DTM?

R: Mito!

A cirurgia é recomendada apenas nos casos mais graves da DTM – quando ela é causada por alguma má formação ou problemas estruturais na articulação.

Para se ter ideia da dimensão do problema e avaliar se essa é a solução para você, é indispensável consultar um especialista!

  1. Um estilo de vida saudável é o suficiente para prevenir a DTM?

R: Verdade!

Um dos fatores associados à DTM são os hábitos parafuncionais ou resultado do estresse, manter um estilo de vida saudável é uma das melhores maneiras de prevenir o transtorno.

Lembre-se sempre de corrigir a postura e incluir terapia e exercícios físicos na sua rotina. O bem-estar do corpo também é importante para um sorriso saudável!

  1. A DTM pode mudar o encaixe dos meus dentes?

R: Verdade!

Algo que está diretamente relacionado à DTM é um deslocamento brusco e repentino da mandíbula, gerando o desencaixe das articulações.

Se sua mordida está te incomodando, pode ser um sinal de que você está lidando com esse tipo de transtorno.

Agora que já sabe um pouco mais sobre a disfunção temporomandibular (DTM) e a articulação temporomandibular (ATM), você pode manter a sua saúde bucal em dia.

Sabe como?! Você pode aproveitar e agendar sua avaliação gratuita conosco aqui!

E se gostou do nosso texto, tem alguma dúvida ou sugestão pode deixar nos comentários que será um prazer responde-los.

dentista

Leave a Comment

(0 Comments)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Logo Agende Uma Consulta Agora!