O Que Você Procura ?

lesões cervicais não cariosas

Lesões cervicais não cariosas: o que são e prevenção?

dentista2

Lesões Cervicais Não Cariosas (LCNC’s), se tratam da perda do tecido dentário do esmalte e do cemento, que é localizado na estrutura inferior do dente e recobre a dentina. Geralmente, é identificada na forma de cunha ou pires e impacta negativamente a estética do sorriso.

Além do desconforto estético, esse acúmulo de alimentos leva a hipersensibilidade dentinária (HD), que é originada pela exposição da dentina. Essas lesões podem ser encontradas em qualquer parte da dentição, principalmente os caninos e pré-molares, e podem atingir qualquer faixa etária.

Veja as demais particularidades das lesões cervicais e a melhor forma de tratamento. Boa leitura!

Lesões Cervicais Não Cariosas, o que são?

As Lesões Cervicais Não Cariosas (LCNC’s), se remete a perda do esmalte da região cervical do dente, e não possui nenhum envolvimento com a proliferação de bactérias. Sua origem, no entanto, pode ter inúmeros fatores, como a erosão dental.

Embora não sejam de conhecimento popular, esse tipo de Lesão Cervical atualmente está cada vez mais levando as pessoas para as clínicas odontológicas. Agora é mais fácil encontrar pacientes que se queixam sobre esse problema e a sensibilidade que ele causa.

Dessa forma, a avaliação clínica rotineira algumas vezes não é capaz de identificar a causa desse problema, já que, como o próprio nome indica, não possui relação direta com a formação de cáries.

Nesse caso, a anamnese; conjunto de perguntas feitas pelo dentista, é o instrumento essencial para efetuar o diagnóstico. Assim, conseguindo identificar a ausência de tecido cariado e, também, de aberturas e desgastes.

Esse problema bucal possui nome e sobrenome Lesão Cervical Não Cariosa (LCNC) e Hipersensibilidade Dentinária Cervical (HDC), que nesse contexto possuem íntima relação.

Por sua vez, essas lesões podem evoluir em sentido vertical, horizontal e quanto a sua profundidade, atingindo a dentina, parte mais sensível do dente.

Quais são as causas das Lesões Cervicais Não Cariosas?

A Lesão Cervical Não Cariosa, assim como a Hipersensibilidade Dentinária Cervical, tem como uma de suas causas, excesso de força, seja na escovação, como na mastigação. Essas causas levam ao estresse do periodonto e da região cervical, localizada na proximidade da gengiva.

dentista1

Eventualmente, o paciente pode sentir dor na polpa do dente. Essas lesões, por sua vez, podem ser identificadas em qualquer dente e podem ser encontradas em qualquer faixa etária, seja em homens e mulheres.

É comum a associação da origem das LCNC’s a uma origem multifatorial, sendo os fatores mais comuns a abfração, a abrasão e a biocorrosão.

Abfração

Também chamada de Tensão, esse fator das Lesões Cervicais Não Cariosas, pode compreender dois fatores, os endógenos; junção do desgaste e parafunção, e exógenos, que por sua vez se remete de ocupações, mastigação e a adesão de próteses odontológicas.

Bem como, o desgaste se remete a degradação de certa parte das estruturas dentárias. Está relacionado ao conjunto de maus hábitos associados a higienização da boca e a alimentação.

Em contrapartida, as parafunções são caracterizadas por suas causas involuntárias e inconscientes. Também pode englobar maus hábitos como bruxismo e sucção labial, que é feita pela dilatação dos vasos sanguíneos ao serem friccionados.

Abrasão

Por outro lado, a abrasão é a perda da estrutura do dente por meio de um processo mecânico como o uso errôneo da escova, o uso de força intensa na escovação e o atrito do dente com objetos.

Dessa forma, a incidência da mastigação e os movimentos da língua são citados como endógenos por abrasão. Essa ficção leva ao desgaste de parte da estrutura dentária. Esse fator também faz perceptível a parafunção e a deglutição, que são fatores de atrição.

A higiene bucal é relevante para a sua ação preventiva, assim como demais bons e maus hábitos e a realização de procedimentos como a prótese dentária. Nesses eventos, são vistos como fatores abrasivos exógenos.

Os movimentos de líquidos e substâncias na cavidade bucal também é uma das causas que resultam na corrosão pelo contato, sendo uma das principais causas da LCNC.

Biocorrosão

Com efeito, a biocorrosão é outro fator capaz de acarretar o aparecimento dessas alterações. Pode ser percebido através de uma boa anamnese, identificando maus hábitos alimentares, pelo consumo de alimentos que são ricos em ácidos.

Do mesmo modo, a presença da placa bacteriana e de doenças gástricas também estão diretamente associadas e possuem um forte na saúde bucal.

Segundo estatísticas, as pessoas que geralmente são vítimas dessa circunstância são jovens, de 19 a 25 anos e que já utilizaram o aparelho ortodôntico.

Ademais, nos casos de biocorrosão, o formato que a lesão possui é levado mais em consideração do que a presença de traumas dentários. Pacientes que possuem apertamento dental, que se trata do contato entre dentes da arcada superior e dentes da arcada inferior com força em excesso.

Na ocorrência do bruxismo, a mais frequente, o diagnóstico é mais rápido. Os pacientes que possuem hipersensibilidade dentinária também estão relacionados, já que a exposição da dentina pode evoluir para uma Lesão Cervical Não Cariosa na falta do diagnóstico e tratamento adequado.

Por fim, outro importante fator determinante para o surgimento desse tipo de lesão é o procedimento de clareamento dental. Isso acontece quando o gel clareador atinge a dentina no lugar de somente o esmalte do dente.

lesões cervicais não cariosas condutas clínicas
Mulher realizando uma avaliação odontológica.

Lesões Cervicais Não Cariosas condutas clínicas

O tratamento das LCNC’s e da HD são feitos na clínica odontológica e dependem totalmente do conhecimento técnico-científico do odontologista, selecionando a metodologia mais adequada.

Assim sendo, a abordagem terá variação, começando pelas mudanças do estilo de vida, com a adesão de bons hábitos de higiene bucal indo ao ajuste oclusal, uso de dentifrícios, dessensibilizantes, laserterapia, restaurações com resina composta, e o controle de distúrbios, se for o caso.

Logo, a forma de tratamento irá mudar de acordo com o fator causal. A restauração por resina composta, por sua vez, deve ser feita somente após ou simultaneamente à retirada de suas motivações. Ademais, em decorrência do impacto estético ou funcional da arcada dentária que ocorre nas incidências mais graves.

Em suma, na ausência de um diagnóstico preciso e do tratamento específico, as lesões podem evoluir para à perda patológica, gradual e irreversível da estrutura cervical do dente envolvido.

Grupos de risco da LCNC

Dentre os grupos de risco da LCNC estão:

  •         Pós-ortodônticos (pacientes que já passaram por tratamentos como o aparelho ortodôntico e o clareamento dental);
  •         Aparecimento de lesões isoladas diante ao apertamento dental;
  •         Pacientes com refluxo gastroesofágico;
  •         Esportistas que possuem uma alimentação rica em ácidos;
  •         Pacientes que possuem o Ph da cavidade bucal alterado pelo consumo de substâncias químicas.

Como prevenir?

Em conclusão, a ação preventiva da lesão cervical não cariosa tem como base:

  •         Evitar o consumo de alimentos com alto teor ácido;
  •         Higiene bucal precisa e completa;
  •         Tratamento diante o apertamento dental;
  •         Visitas regulares ao dentista.

Visitas periódicas ao consultório odontológico

As visitas à clínica odontológica são tão importantes quanto uma boa escovação. É por meio das idas ao dentista que é feita a avaliação geral da zona bucal e problemas bucais como as lesões cervicais, são descobertos em sua fase inicial e recebem o tratamento precoce.

A realização de procedimentos como a profilaxia, por exemplo, deve ser regular e seguir o andamento das visitas. A limpeza profissional, por sua vez, deve ser feita a cada 6 meses.

Assim, no caso das lesões cervicais não cariosas, é através do acompanhamento odontológico que se consegue avaliar se há a presença de contatos oclusais em pacientes que já passaram pelo tratamento ortodôntico.

Portanto, é somente pela higienização e pela manutenção da saúde bucal no consultório odontológico que se alcança um sorriso mais saudável e harmônico.

Garanta mais saúde e qualidade para seu sorriso agendando em uma de nossas clínicas odontológicas OralDents.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

 

dentista

Deixe um Comentário

(0 comentário)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Logo Agende Uma Consulta Agora!