O Que Você Procura ?

prognatismo

Prognatismo: o que é, quais os melhores tratamentos?

dentista2

Prognatismo é uma anomalia que faz com os ossos, mais especificamente, da mandíbula, se movimentem de forma elevada para frente.

Juntamente do retrognatismo são condições complexas, que quando não tratadas, podem causar muito transtorno ao paciente.

Diante disso, confira neste post, todas as informações a respeito do prognatismo e retrognatismo. Uma ótima leitura para você!

O que é prognatismo?

O prognatismo, como já dito, é uma anormalidade que faz com que o osso mandibular cresça. Quando isso acontece, o osso da mandíbula tem o tamanho tão elevado, que é possível que o queixo seja movido para a frente.

Além desse problema, há também a possibilidade de que se desenvolvam problemas dentários.

Com isso, pacientes que apresentam casos de prognatismo desenvolve mordida cruzada e um perfil facial côncavo – como se fizesse uma curva para dentro.

Fora isto, o lábio inferior de quem sofre com essa anomalia é mais volumoso e avançado. Essas características deixam o paciente com uma aparência de pessoa raivosa.

O que é retrognatismo?

Enquanto isso, no retrognatismo o paciente com esta condição apresenta um crescimento ósseo insuficiente. Ou seja, o queixo fica para trás e em um formato afundado, dessa forma, é possível que desenvolva uma desagradável desarmonização no rosto do paciente. 

A principal característica do retrognatismo é a vedação anterior (lábio inferior ocluindo – fechando-se, com os incisivos superiores) e músculo mentoniano hiperfuncional.

dentista1

Sendo assim, é possível afirmar que problemas com prognatismo e retrognatismo são complexos; de modo que tenham a fama de distúrbios mais complicados ligados à ortodontia.

Isso porque, além de prejudicar a estética facial do paciente, esses problemas também podem interferir na respiração e na mastigação do indivíduo. 

Além disso, pessoas com esses distúrbios podem desenvolver — além dos problemas na dentição — depressão, por causa da baixa estima causada pela assimetria facial.

No entanto, há uma boa notícia, que é a de que prognatismo e retrognatismo possuem tratamento, na qual falarei mais a frente sobre.

Por hora, é preciso compreender o que causa essas disfunções? Qual a diferença entre elas e quais as opções de tratamento disponíveis? São essas e outras perguntas que responderemos ao longo deste post. Acompanhe! 

Prognatismo e retrognatismo

Diferenças entre prognatismo e retrognatismo?

É possível dizer que a principal diferença entre os distúrbios é o crescimento do tecido ósseo. Uma vez que no primeiro caso (prognatismo), o osso mandibular tem um crescimento excessivo, já no segundo, o desenvolvimento ósseo é menor.

Além dessas diferenças estéticas, há outras distinções também em relação às alterações causadas por esses problemas. Por exemplo, pacientes com quadro de prognatismo tem um tipo de fechamento dos incisivos inferiores no mesmo nível ou anterior aos incisivos superiores. Dessa forma, sintomas mais comuns em pessoas com que tem o prognatismo incluem: ruídos articulares e dores de cabeça, nos ouvidos e nos músculos.

O prognatismo ainda causa problemas no encaixe dos dentes, prejudicando a mastigação e a respiração do indivíduo.

Enquanto isso, em casos de retrognatismo, é comum que o paciente apresente um acúmulo de tecidos moles (papada), problemas na ATM (articulação temporomandibular), ronco, apneia, problemas na mastigação e na respiração.

Outros sintomas que podem surgir também são os de dificuldades na fala e perda precoce de dentes.

 

Prognatismo e retrognatismo causas?

Embora tenham diversos fatores, na maior parte dos casos, o desenvolvimento de uma das disfunções se deve a causas genéticas e hereditárias.

No entanto, há outros fatores que também contribuem para que haja o desenvolvimento do problema. Entre eles temos:

  • O hábito de chupar os dedos ou chupeta;
  • Respiração bucal referente as alterações respiratórias;
  • Desvio da funcionalidade do rosto;
  • Fatores hormonais, traumatismos e más-formações congênitas também podem ser associadas às causas do prognatismo.

Portanto, em situações no qual há algum membro da família que apresente quadro de prognatismo ou retrognatismo, o ideal é ficar alerta ao desenvolvimento maxilar das crianças.

Isso porque, quando se tem o histórico familiar, é possível que essa alteração apareça a qualquer momento. Logo, quanto mais cedo for feito o diagnóstico, melhor para o paciente.

Prognatismo e retrognatismo tratamento

Prognatismo e retrognatismo tratamento

Apesar do fato, o prognatismo e o retrognatismo apesar da semelhança por causa da má-formação óssea, são distúrbios distintos.

Dessa forma, em ambos os casos, o paciente sofre com o desalinhamento dentário e com problemas na fala e na mastigação. Por isso, as opções de tratamento são as mesmas.

Sendo necessário na maior parte das circunstâncias mais de um procedimento para resolver o problema. Contudo, listo abaixo alguns tipos de tratamento a respeito do prognatismo e retrognatismo.

Tratamento preventivo

Neste, o objetivo é que enquanto a criança ainda está no processo de dentição de leites seja observado se ela apresenta anormalidade no crescimento ósseo.

A partir disso, caso haja, consulte o dentista para que ele possa indicar o melhor procedimento para evitar que o problema se agrave.

Logo, nessa situação, o tratamento pode descartar uma cirurgia no futuro.

Cirurgia ortognática

Esse tipo de tratamento é indicado na maioria dos casos de prognatismo e retrognatismo, que é quando apenas a ortodontia não resolve o problema.

Dessa forma, o procedimento reposiciona os maxilares, deixando o rosto mais harmônico de maneira que seja possível corrigir a posição dos dentes.

Durante a cirurgia, o dentista solta o osso da mandíbula e o reposiciona com a ajuda de parafusos e placas, geralmente de titânio.

De antemão, esse tipo de cirurgia é feito em ambiente hospitalar, por necessitar de um profissional especializado e ser um procedimento complexo.

Também é preciso lembrar que não há marcas ou cicatrizes no rosto, pois a cirurgia é feita por dentro da boca.

Uso de aparelho ortodôntico

O uso do aparelho ortodôntico é feito em conjunto com a cirurgia para reposicionamento dos ossos da mandíbula. Ele pode ser usado tanto antes quanto depois do procedimento cirúrgico, isso depende de cada caso.

Quando os dentes estão muito desalinhados, e com uma altura diferente e tortos, fica difícil fazer o encaixe dos ossos.

Nesses casos, é preciso fazer o alinhamento dentário antes. Mas somente o dentista é capaz de dizer qual procedimento será preciso primeiro.

Após fazer essa análise do paciente e solicitar os devidos exames para verificar qual a gravidade da situação.

Benefícios do tratamento prognatismo e o retrognatismo

O maior benefício para pacientes nessas condições é o ganho estético, visto que por causa dessas anomalias há uma desarmonização facial muito grande.

A partir disso, a cirurgia e o uso do aparelho transformam totalmente a face do paciente, de maneira que seu rosto esteja mais harmônico e mais bonito.

Há casos de pessoas de pacientes que tiveram sua imagem completamente alterada. Indo além do ganho estético, o paciente passou a ter qualidade de vida, com sua autoestima restaurada.

No mais, problemas respiratórios, mastigatórios e de fala também são corrigidos depois da realização do tratamento. Assim, mesmo que a cirurgia leve mais tempo, por causa da sua complexidade, no final das contas o resultado é compensador, pois há uma transformação na vida do paciente.

Portanto, o fato do prognatismo e o retrognatismo prejudicarem além da estética facial do paciente, mas sua autoestima e sua saúde bucal, o indicado é procurar por profissionais que farão o devido diagnóstico e indicar a melhor opção de tratamento.

Por fim, garanta mais saúde para sua boca, conheça nossas clínicas odontológicas OralDents e agende uma avaliação.

E se gostou do post deixe aqui seu comentário, dúvida ou sugestão. 

dentista

Deixe um Comentário

(4 comentários)

  • Eneida

    No meu caso meu tratamento é do prognatismo, faz um ano que iniciei usando o aparelho ortodôntico, e já posso dizer que meu médico faz milagres minha aracaria está vaga de no devido lugar, estou adorando o resultado.

  • Eneida

    *minha arcaria dentária esta quase no devido lugar.

  • Elaine Lopes

    oi, meu caso tb é esse, mas, me diga, vc precisou fazer cirurgia? ou a correção foi apenas com o aparelho?

  • O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    WhatsApp Logo Agende Uma Consulta Agora!