O Que Você Procura ?

odontologia na infância

A importância da odontologia na infância

dentista2

Todos sabemos que ao longo da vida nosso corpo passa por transformações e uma das mais importantes está na nossa boca, com o nascimento e formação dos dentes. Por conta disso, é muito necessário prestar atenção na chamada odontologia na infância.

Muitos não dão a devida importância para levar as crianças aos dentistas e isso pode trazer uma série de problemas no desenvolvimento das pessoas, seja na adolescência ou na fase adulta.

Por conta disso, antes de qualquer procedimento, como a colocação de aparelho de dente, é necessário que os pais e os responsáveis levem as crianças aos especialistas para avaliar a condição e necessidades. 

Para isso, a especialidade odontológica correta deve ser identificada, a chamada odontopediatria.

A odontopediatria é a área responsável pelo cuidado e acompanhamento da dentição dos bebês até a fase da adolescência. 

No presente artigo entenderemos o que é a odontopediatria e apontar a importância de levar as crianças ao médico odontologista.

O que é a odontopediatria?

Quando abordamos sobre o cuidado da saúde com as crianças, é importante que técnicas e conhecimentos específicos sejam aplicados, identificando as necessidades dessa fase. Por conta disso, surge o que chamamos de especialidades médicas.

Na odontologia não é diferente e a especialidade responsável pelo acompanhamento e cuidado com os dentes infantis é a chamada odontopediatria, que melhor atende os receios e necessidades dessa fase.

A odontopediatria é uma especialidade que objetiva vários pontos das necessidades infantis e de adolescente, atendendo quadros como:

dentista1
  • Diagnóstico;
  • Prevenção;
  • Tratamento (como colocação de aparelho dentário);
  • Controle de problemas bucais.

Portanto, o odontopediatra é o responsável pelo acompanhamento da primeira dentição e troca dos dentes de leite para os permanentes, além de promover a prevenção de doenças, diagnosticar alterações e promover a saúde bucal das crianças.

No tópico abaixo apontaremos sobre a importância de manter o hábito de levar as crianças ao dentista. 

A necessidade e importância de levar as crianças ao dentista

É muito comum que quando as crianças ou adolescentes precisam ir ao dentista elas queiram evitar a visita e o medo e o desconforto podem ser o principal fator para essa atitude. 

Inclusive, de modo geral, essa ação decorre de uma falta de hábito ao visitar esse profissional. 

Por isso é necessário criar o hábito de ir ao dentista com as crianças, para que esse processo seja naturalizado, afinal, visitar esse profissional é essencial para ter uma vida com mais qualidade e também garantir um bom sorriso. 

Neste tópico abordaremos a importância de levar as crianças ao dentista, que vão desde a prevenção de doenças bucais até o início e acompanhamento de tratamentos, como a colocação do aparelho ortodôntico que é bastante comum na juventude.

  1. Prevenir problemas bucais

Como vimos, quem guia a consulta para bebês, crianças e adolescentes é o odontopediatra, possuindo uma abordagem diferenciada para cada um. 

Assim, um dos principais aspectos da consulta de rotina desse profissional é guiar os pais ou responsáveis na prevenção de doenças odontológicas e problemas gerais com a boca.

Do mesmo modo, também pode ocorrer a identificação de algumas disfunções como mordidas cruzadas, sendo que com isso o tratamento pode ser iniciado mais rapidamente.

Portanto, um dos pontos importantes e que deve ser levado em consideração é a prevenção dos problemas bucais.

  1. Conhecimento específico e qualitativo

Ir ao odontopediatra de forma periódica, que pode ser entendida como uma frequência de pelo menos duas vezes ao ano, é necessário para que o paciente tenha informações precisas e específicas sobre o tratamento e a saúde bucal.

Portanto, ao longo do tempo, esse profissional orientará os pais e as próprias crianças quanto às atitudes que precisarão ser tomadas para higienização e em relação aos hábitos saudáveis para a cavidade oral.

Em alguns casos, pode ser necessário até mesmo trocar a abordagem, de educação e prevenção para a realização de tratamentos.

Por exemplo, com a chegada da juventude, havendo necessidade e interesse, encaminhar o paciente para um cirurgião-dentista especializado em clareamento dental e outros procedimentos estéticos.

  1. Estimula o cuidado com a saúde 

Levar os pequenos ao dentista de forma regular permite que as orientações sobre a saúde sejam passadas para os pais e para as próprias crianças de forma mais clara, lúdica e de acordo com sa fase.

Assim, são dadas orientações quanto a prevenção de cáries e tártaros que podem ser transmitidos, propiciando o cuidado diário.

Além disso, há o cuidado em entregar às crianças elementos que estimulem a higienização, como escovas coloridas, fio dental com aroma, ou mesmo pode ser feita a colocação de aparelho móvel personalizado com personagens, o que aumenta a adesão dos processos.

  1. Alerta sobre hábitos alimentares

Outro componente presente na odontologia pediátrica é a orientação sobre os hábitos alimentares, afinal, alguns alimentos são mais propensos ao desenvolvimento de doenças bucais.

Em alguns casos o odontopediatra encaminha para o nutricionista para que, em conjunto, elaborem uma dieta menos cariogênica e mais nutritiva.

Portanto, entendemos que a odontopediatria é muito importante para manter a saúde bucal das crianças e adolescentes, além de garantir também o cuidado com a saúde do corpo de modo geral.

 

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações, dicas e conteúdos ricos sobre os cuidados com a saúde física e mental.

dentista

Deixe um Comentário

(0 comentário)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Logo Agende Uma Consulta Agora!