O Que Você Procura ?

nome dos dentes

Nome dos dentes: conheça o nome dos dentes e sua numeração

dentista2

Você já parou para pensar qual nome leva os dentes? Os dentes, assim como outras partes do corpo são classificados entre si, levando em conta suas características e funções.

Conheça aqui quais são todos os dentes da boca, seus nome e numeração pelo padrão internacional.

nome dos dentes e suas funções

Nome dos dentes e suas funções

Para se aprofundar ainda mais quanto aos cuidados da saúde bucal, é importante entender o que compreende a arcada dentária e como a dentição é formada.

A estrutura do dente é formada por 4 camadas – esmalte, dentina, polpa e cemento. Cada dente possui uma função e característica particular, desempenhando um papel diferente para com o funcionamento da zona bucal.

Antes de tudo, vale entender que crianças e adultos possuem uma arcada dentária diferente.

Na infância, os dentes que começam a nascer por volta do quarto mês do bebê e terminam de se desenvolver por volta de seus dois anos de idade, são chamados de dentes de leite, primários ou decíduos.

Os dentes de leite são provisórios e tendem a cair naturalmente por volta dos 6 anos de idade da criança, sendo substituídos previamente pelos dentes permanentes.

A função da dentição decídua é justamente fazer parte do processo de iniciação da fala e mastigação do bebê, sendo mais frágeis do que os que se desenvolvem posteriormente.

dentista1

A dentição decídua é formada por 20 dentes, sendo até os 6 anos de idade 10 no arco dentário superior e 10 no inferior.

Por volta dos treze anos de idade, o adolescente já terá a sua dentição permanente totalmente formada, contando com 32 dentes, sendo 16 dentes inferiores (mandíbula) e 16 superiores (maxila).

Geralmente os dentes incisivos centrais são os primeiros dentes a nascer, seguidos pelos pré-molares e os sisos. Os terceiros molares (sisos) tendem a nascer na juventude, entre os 17 e 21 anos, normalmente não fazendo parte da contabilização dos dentes permanentes, já que na maioria das vezes atrapalha o alinhamento do sorriso e tem de ser extraído.

Dentes incisivos

Os dentes incisivos ou dentes anteriores são os componentes localizados no centro – na frente – da arcada dentária. São planos, afiados e possuem forma de cinzel, já que possuem como função principal o corte dos alimentos. Ao total temos 8 dentes incisivos, 4 no arco superior e 4 na inferior.

São essenciais tanto para a mastigação, quanto para a deglutição, uma vez que ajuda na trituração dos alimentos em pedaços menores e fáceis de engolir. Também desempenham um papel importante para a fala e a fonética, além de prestarem suporte aos lábios.

Suas numerações são:

Incisivos centrais e permanentes superiores: 11 e 21

Incisivos laterais permanentes superiores: 12 e 22

Incisivos centrais inferiores: 31 e 41

Incisivos laterais inferiores: 32 e 42

Dentes caninos

Os dentes caninos são 4 e se localizam ao lado dos incisivos na arcada dentária. São 2 localizados na arcada superior e 2 na inferior. Possuem como característica marcante uma ponta pontiaguda (cúspides) e afiada e possui como principal função rasgar os alimentos e dar suporte aos lábios.

Outra função dos caninos é ajudar na condução dos dentes para o seu lugar certo na mandíbula, isso em casos em que a mandíbula e maxila (parte de cima da mandíbula) se juntam.

Os caninos são os dentes mais longos da dentição, fazendo parte da arcada permanente entre os 9 e 12 anos de idade da criança.

Suas numerações são:

Caninos superiores: 13 e 23

Caninos inferiores: 33 e 43

Dentes pré molares

Os dentes pré molares ou bicúspides possuem uma ponta achatada e são utilizados para a mastigação e desempenham uma função importante na mastigação, mantendo a altura no rosto. A arcada adulta é composta por 8 pré-molares, sendo 4 em cima e 4 embaixo.

Possuem uma estrutura maior do que os incisivos e caninos, localizado ao lado destes no arco, perto também dos molares. São caracterizados ainda por terem duas pontas (cúspides) e auxiliam na mastigação e moedura.

Os pré-molares não estão presentes na mordida de crianças pequenas (dentição decídua), aparecendo somente entre os 10 e 12 anos de idade.

Suas numerações são:

Primeiro pré molar superior: 14 e 24

Segundo pré molar superior: 15 e 25

Dentes Molares

Os dentes molares também contam com 8 dentes, sendo 4 na lateral inferior e 4 na lateral superior na dentição decídua, sendo 12 na arcada permanente – 6 na mandíbula inferior e 6 na superior.

Os molares são identificados por suas várias cúspides na superfície de mastigação. Podem ser facilmente reconhecidos pela superfície extensa, lisa e são usados para moer os alimentos. São os maiores dentes da arcada dentária.

Os últimos molares a entrar em erupção são os sisos (terceiros molares) que se localizam no final do arco dos dentes, nos cantos distantes da mandíbula. Algumas pessoas não possuem todos os 4 dentes do siso, podendo eles nunca se desenvolverem ou persistirem irrompidos no osso.

No entanto, geralmente precisam ser extraídos, principalmente em casos em que ficam presos sob a gengiva e em que não se desenvolvem adequadamente, empurrando os dentes de suas proximidades e entortando o sorriso. Para evitar infecções e amenizar a dor ou inchaço, é necessário que o dentista seja contatado.

Problemas bucais como cárie, pericoronarite e dor constante também podem incidir em exodontia. Mas não há o que preocupar, já que os sisos não são essenciais para mastigação e dificultam a higiene bucal.

A numeração é:

Primeiro pré molar inferior: 34 e 44

Segundo pré molar inferior: 35 e 45

Primeiro molar superior: 16 e 26

Segundo molar superior: 17 e 27

Terceiro molar superior: 18 e 28

Primeiro molar inferior: 36 e 46

Segundo molar inferior: 37 e 47

Terceiro molar inferior: 38 e 48

cuidado com os dentes e saúde bucal

Cuidado com os dentes e saúde bucal

A saúde bucal, assim como a geral, está ligada diretamente com o bom estado dos dentes. Seja para falar, sorrir, comer, respirar ou proporcionar harmonia à face, os dentes devem estar sob bons cuidados para efetuarem suas funções com qualidade.

Muito além da estética e do funcional da boca, é por meio de bons hábitos que assumimos uma boa qualidade de vida, aliada ao bem-estar.

É através de uma boa higiene bucal, de uma alimentação saudável e das visitas regulares ao dentista que conseguimos manter os dentes saudáveis e fortes.

A higiene bucal deve ser feita de forma frequente e completa, sendo a escovação feita ao menos 2 vezes ao dia e contendo, pelo menos uma vez, a passagem do fio dental e o uso do enxaguante bucal. Evitar a ingestão de alimentos e bebidas muito pigmentadas e açucaradas podem dificultar esse processo e trazer prejuízos à saúde bucal.

Por fim, é pelas visitas regulares ao consultório odontológico que problemas bucais podem ser evitados e tratados precocemente. Além de que pelas consultas periódicas com o dentista que procedimentos como a limpeza profissional (profilaxia) podem ser feitos.

Logo, a visita a uma clínica odontológica OralDents visa não só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você tem alguma pergunta? Deixe sua pergunta abaixo e nós teremos prazer em respondê-las.

dentista

Deixe um Comentário

(0 comentário)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Logo Agende Uma Consulta Agora!