O Que Você Procura ?

língua, o que é

Língua, conheça 05 doenças mais comuns e como tratá-las

dentista2

A língua é o órgão responsável pelo paladar, além de auxiliar na mastigação e na deglutição também está presente em outros sistemas.

Com tantas funcionalidades, esse órgão também fica exposto a diferentes tipos de doenças, como herpes, aftas, língua geográfica, entre outras.

Antes de tudo, esse texto tem como objetivo explicar sobre a importância da língua e como se deve cuidar dela. Tenha uma boa leitura!

Língua, o que é?

De um modo geral, a língua é um órgão constituído por um músculo revestido de uma mucosa e também está relacionado com a deglutição, ao paladar e a fala.

A língua também faz parte do aparelho digestório – grupo de órgãos responsáveis pela quebra de alimentos em partículas menores, a partir disso aproveita os nutrientes que estão presentes neles.

Nesse sentindo, a língua se divide em duas faces, uma superior (dorso) e uma inferior. Na face superior tem três partes principais, que são: a raiz, o corpo e o ápice (ponta da língua).

Ainda assim nesta face superior, tem a linha média que contém um sulco, que é como um divisor da língua em partes assimétricas, que pode ou não ser marcado.

Já o corpo da língua estão as papilas gustativas, responsáveis por identificar o sabor dos alimentos e se dividem em: papilas circunvaladas, folhadas e fungiformes.

Funções da língua

Por ser um órgão sensorial é responsável pela detecção do gosto, textura, entre outras características dos alimentos.

Como é um órgão muscular, é responsável por ajudar a movimentar o alimento no interior da boca, que é a deglutição e também ajuda na articulação das palavras durante a fala.

dentista1

O paladar ou gustação, é o nome dado a sensibilidade gustativa, mediada pelos botões gustativos. São em torno 4000 unidades gustativas espalhadas no interior da boca, principalmente sobre a língua (75%).

Língua, sua cor pode indicar problemas

A cor da língua em seu estado normal é rosa. Porém, é possível que tenha outros tons, que podem variar de diferentes formas.

Quando a língua está com diferentes tons é possível que cada um deles indique uma situação distinta.

Por exemplo, quando a língua estiver vermelha, pode significar desde uma infecção até irregularidades no funcionamento do coração.

Já se ela estiver com a cor amarela, indica problemas no estômago ou no fígado. Enquanto que quando ela está branca, pode ser o resultado de uma desidratação.

Todavia, nosso corpo é responsável por enviar sinais sobre problemas ou doenças que muitas vezes não há suspeita que exista.

Desse modo, a língua serve como um alerta para possíveis problemas.

Língua, quais as doenças?

Agora que já sabe a importância da língua e suas demais funções, é preciso conhecer doenças que são comuns e podem desenvolver-se nela. Vamos a elas:

  1. Afta

É um problema que afeta tanto a língua, quanto a boca. Caracteriza-se por pequenas lesões arredondadas que causam dor, que dificulta na alimentação e na fala.

Há diversos fatores que proporcionam a afta na língua, entre eles: morder a língua, estresse, doenças autoimunes, o consumo de alimentos cítricos (abacaxi e limão), etc.

As aftas são um problema desaparece de forma espontânea, ou seja, sozinha, após 7 ou 10 dias, sem deixar cicatrizes.

Entretanto, quando não desaparecem ou quando são muito frequentes, o ideal é procurar um dentista, para que esse avalie se não há nenhum outro tipo de problema.

  1. Língua Pilosa

Não é um problema grave, mas acontece quando existe um acúmulo de ceratina, fungos ou bactérias nas papilas gustativas, que as deixam mais alongadas, de modo que sua aparência lembre pelos na língua.

Essa situação pode acontecer por causa de hábitos de higiene incorretos, tabagismo, infecções e reação adversa a algum tipo de medicamento.

Para tratar a língua pilosa, é necessário procurar um dentista. Ele ficará responsável para indicar quais procedimentos seguir para que as recomendações de higiene bucal sejam seguidas.

Casos de pacientes que fumam, suspender o cigarro também é uma opção. Já casos que podem ser por reações a medicamentos, é preciso identificar qual medicamento é e assim evita-lo.

  1. Sapinho

Também chamado de candidíase oral é uma doença que se caracteriza pelo surgimento de placas esbranquiçadas na língua e no interior da boca.

Seus sintomas incluem: vermelhidão, sensação de ardência e sabor desagradável. E ela ocorre devido a uma infecção causada por fungos, não sendo contagiosa.

Assim como na língua pilosa, fatores como: má higiene bucal, fumo e uso de medicamentos, favorecem para que a doença apareça.

Diferentemente das demais, há alguns grupos de pessoas que são mais suscetíveis ao problema, por exemplo:

  • Bebês recém-nascidos;
  • Usuários de drogas, com alimentação inadequada;
  • Pacientes com o sistema imunológico debilitado, no caso, de pacientes com hiv ou transplantados, por exemplo.

Essa doença é tratada com o auxilio de antifúngicos em forma de gel ou creme, em que aplica-se esses remédios nas feridas.

Depois que o tratamento é iniciado, os sintomas desaparecem em duas semanas. Porém, caso do sapinho que é causado por medicamentos, é preciso conversar com um profissional e verificar a possibilidade de mudar a dosagem ou substituir a medicação.

  1. Câncer Bucal

Segundo o Instituto Nacional do Câncer, o número de pacientes com câncer bucal é de 15 mil novos casos por ano.

Dessa estimativa, a maioria dos registros da doença aconteçam em pacientes masculinos, ou seja, mais de 11 mil registros. Esse tipo de câncer é mais frequente em homens com mais de 40 anos e pode ser fatal.

Outro dado que chama a atenção é o número de mortes causadas pela doença, que é de quase 6.500 óbitos.

Para garantir que a saúde bucal esteja em dia, visite regularmente seu dentista. Isso quando é feito de forma correta evita problemas mais graves.

Por isso, ao notar qualquer alteração na aparência e textura da língua, procure um profissional qualificado.

  1. Língua Geográfica

Chamada também de glossite migratória benigna, ocorre quando surge na parte de cima da língua marcas bem definidas, salientes, com bordas brancas e a parte áspera da língua – as papilas filiformes, desaparecem.

Tais marcas e lesões que aparecem com a língua geográfica podem variar de tamanho, e podem causar irritação, ardência ou dor, durar por horas ou até várias semanas.

Entre as causas do seu surgimento está o estresse, distúrbios hormonais, diabetes descompensada, fissuras na língua, alergias e até fatores hereditários.

Por causa da dor e ardência que pode causar, uma forma de tratamento é através do uso de sprays analgésicos e evitar alimentos ácidos e com muitos condimentos.

Língua
Medico examinando a língua de um paciente.

Língua, porque é importante cuidar dela

Em suma, a língua nos fornece pistas valiosas sobre nossa saúde, afinal, ela não engloba apenas a saúde bucal, mas também sobre a situação de certos órgãos e a presença de determinadas doenças.

Para prevenir doenças com as citadas aqui, basta manter uma boa higiene bucal e evitar maus hábitos como o fumo.

Escovar a língua também é essencial para manter a limpeza dos dentes. Lembre-se faça isso de maneira suave, com movimentos para trás e para frente.

Por último, visite um dentista com regularidade e isso você pode fazer clicando aqui e agende sua avaliação.

Isso evita problemas que podem gerar transtornos. Por fim, se notar qualquer alteração na aparência e textura da língua, procure um profissional qualificado.

Gostou do nosso texto? Tem alguma dúvida ou sugestão? Pode deixar nos comentários que será um prazer responde-los.

dentista

Deixe um Comentário

(0 comentário)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Logo Agende Uma Consulta Agora!