O Que Você Procura ?

higiene da dentadura

Saiba como fazer a higiene da sua dentadura

dentista2

A higiene da dentadura é um cuidado fundamental, pois se trata de um objeto que está em contato direto com a cavidade bucal e o mundo externo, podendo propiciar a proliferação de bactérias e contaminações diversas.

Isso ocorre principalmente porque a boca se mostra como uma das principais portas de entrada de bactérias no organismo e, portanto, deve ser olhada com bastante atenção, seja em sua higienização ou dos objetos que têm maior contato com ela, como mãos, aparelho invisível e dentaduras.

O que é e para que serve a dentadura?

De modo geral, a dentadura é um tratamento voltado para recuperar a estrutura dental devido a ausência considerável de dentes, possibilitando uma melhora da fala e da mastigação, bem como da estética do sorriso.

No último caso, da estética, seu uso se dá principalmente porque a falta da arcada dentária pode fazer com que o rosto pareça mais flácido, incomodando ainda mais aqueles que sofreram com perda dentária.

Apesar de seu uso poder ser necessário em qualquer faixa etária, é mais comum que seus usuários sejam idosos, devido à queda natural dos dentes. 

No entanto, como mencionado, há também outras possibilidades para a aplicação do tratamento, como aqueles que sofreram a perda parcial ou integral dos dentes por conta de acidentes ou mesmo pela falta de higienização bucal correta e frequente ao longo da vida.

Para se ter uma ideia da amplitude e importância de um bom cuidado com a cavidade oral e seus cuidados, o estudo “Percepções Latino-americanas sobre Perda de Dentes e Autoconfiança”, feito pela Edelman Insights, demonstrou que 39 milhões de pessoas usam próteses dentárias no Brasil, sendo que uma em cada cinco delas têm entre 25 e 44 anos.

A pesquisa mostra, ainda, que 16 milhões de brasileiros vivem sem nenhum dente e 41,5% das pessoas com mais de 60 anos já perderam toda a arcada dentária.

Quais são os tipos de dentadura?

Existem dois tipos de dentaduras mais conhecidas: as dentaduras totais, que substituem completamente a arcada dentária; e as dentaduras parciais, que complementam apenas alguns dentes perdidos na boca.

dentista1

Ambos os modelos são removíveis, contribuindo para uma melhor higienização das gengivas, da estrutura de tratamento e também possibilitam que a cavidade oral descanse e regule o pH naturalmente.

No entanto, em casos de necessidade de compensar a arcada de forma parcial, ou ainda conforme o quadro identificado no caso de perda integral, o dentista pode recomendar o implante dentário, que é fixado na gengiva, não sendo possível remover a estrutura e aproveitando a própria estrutura dental.

Como higienizar as dentaduras

Antes de abordar a forma de higienizar as dentaduras, é preciso falar sobre o processo que antecede a limpeza, que é a retirada da prótese da boca.

Para isso, é necessário pressionar a dentadura pela parte interna dos dentes e movimentar até que ela se solte completamente.

Quando a dentadura é retirada, é preciso bochechar a boca com água morna ou enxaguante bucal para remover a cola da dentadura que pode ficar presa às gengivas.

Inclusive, uma dica que todo dentista dá para não correr o risco de deixá-la cair nas primeiras vezes, é encher a pia com água para evitar que a dentadura quebre.

Após a remoção, é hora de limpar a dentadura para evitar o acúmulo de sujeiras e a proliferação de bactérias nessa estrutura, visto que foi usada por um longo período.

Isso porque os resíduos podem surgir e se prender em possíveis vãos, inclusive entre a dentadura e a gengiva, causando diversos problemas na boca e no organismo como:

  • Cárie;
  • Tártaro;
  • Gengivite;
  • Periodontite;
  • Perda de outros dentes.

Portanto, é crucial limpar a dentadura e realizar a higienização das gengivas para preservar a estrutura e tecidos.

Para a limpeza, os especialistas recomendam que semanalmente se coloque a dentadura de molho em uma solução feita com uma colher de água sanitária ou oxigenada e um copo de água por 30 minutos. 

Além disso, toda noite a dentadura pode ser armazenada em uma solução com água, ou em uma caixa apropriada para seu armazenamento. Isso evitará o contato de microorganismos externos com a dentadura.

Após essa higienização, ou pela manhã (antes de colocar a dentadura novamente), é importante enxaguar em água corrente, removendo resíduos das substâncias e materiais usados na higienização.

Isso fará com que a prótese fique mais limpa, melhorando e mantendo sua pigmentação. 

Pense em procedimentos como o clareamento dental, utilizados para recuperar a dentição natural, tornando-os mais branco. No caso da dentadura isso não é possível, mas sua higienização correta contribui para que o aspecto de novo das peças seja mantido.

Cabe ressaltar, ainda, que na higienização diária da dentadura, é preciso utilizar uma escova de dente diferente da que se usa para escovar os dentes, com cerdas mais grossas para remover os resíduos que podem ficar presos nas próteses.

Junto da escova é recomendado que se utilize sabonetes glicerinados. 

Outros produtos podem ser utilizados, mas é preciso ter cuidado para que eles não deixem gostos e odores na boca e, para isso, também é necessário falar com o profissional responsável pelo acompanhamento da saúde bucal para as devidas orientações.

Já quanto ao creme dental, os comuns não são os melhores para higienizar as próteses, pois eles possuem alguns componentes em sua solução que podem danificar a prótese rapidamente. 

Para quem quer utilizar o creme dental, é importante fazer uma consulta com um dentista primeiro para que não cause nenhum dano na prótese, verificando os melhores produtos para a higienização. 

Por fim, é importante salientar que deve-se efetuar a limpeza bucal todos os dias, assim como nos casos dos dentes permanentes, evitando a proliferação de bactérias e inflamações diversas.

Manutenção da saúde bucal e outros procedimentos de reparação

Para garantir uma boa saúde bucal, é importante limpar as gengivas, o que pode ser feito com gaze, escovas ou dedeiras, enxaguando-a com o enxaguante bucal, para que sejam evitadas lesões nas gengivas, o que aumentaria o risco de infecções. 

Todas essas recomendações precisam ser seguidas de forma fiel para manter a saúde bucal intacta, até mesmo para quem perdeu a arcada dentária apenas de forma parcial. 

Inclusive, no caso de perda unitária ou parcial, é importante avaliar com o profissional qual a melhor indicação, pois a pesquisa sobre o valor de um implante dentário pode ser necessária para recuperar a mastigação de forma mais prática.

O mesmo vale para procedimentos de restauração, visando restabelecer os dentes quebrados. Nesses casos, a dentadura não é indicada, podendo-se recorrer à restauração ou à colocação de lente de contato.

Apesar de ser entendido como um procedimento de cunho puramente estético, a lente de contato dental pode ser um investimento extremamente vantajoso para um sorriso alinhado e saudável, de acordo com os cuidados do paciente. 

Esse tratamento permite preencher os espaços entre dentes, ajustando sua largura e comprimento, deixando o sorriso alinhado e mais branco/harmonizado. 

Independentemente do quadro e tratamento utilizado, é preciso manter o hábito de escovar os dentes três vezes ao dia, bochechar o enxaguante bucal e passar o fio dental todos os dias, já no caso da dentadura, higienizá-la sempre após o uso.

Tais cuidados, aliados ao acompanhamento regular com o profissional, promoverá dentes sadios e livres de doenças, além de não afetar a sua aparência com sujeiras diversas, como os resíduos alimentares. 

 

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações, dicas e conteúdos ricos sobre os cuidados com a saúde física e mental.

dentista

Deixe um Comentário

(0 comentário)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Logo Agende Uma Consulta Agora!