O Que Você Procura ?

Frenectomia

Frenectomia: o que é e como é feita?

dentista2

Provavelmente você conhece alguém que tem a “Língua Presa”. Mas aposto que não sabia que existe uma cirurgia para corrigir isso. Frenectomia é o nome dela.

A expressão “Língua Presa” é dada a pessoas que tem uma pequena membrana que fica abaixo da língua que impede sua movimentação, acontecendo o mesmo com os lábios.

Segundo a Association of Tongue-Tie Practitioners (EUA) aproximadamente um a cada 10 bebês nasce com língua presa. Porém, apenas metade dessas crianças poderá apresentar comprometimento significativo da fala.

Para que isso não aconteça, a Frenectomia é a melhor opção. Para entender desde o que ela é e como é feita, estaremos explicando neste texto. Tenha uma boa leitura!

O que é Frenectomia?

Trata-se de uma cirurgia que é realizada com o intuito de cortar ou remover o freio – que é uma “prega” fina de tecido fibroso (tipo membrana), presente na boca.

O freio pode ser o labial ou lingual, quando labial é localizado na parte de cima e de baixo dos lábios, já o lingual, embaixo da língua.

A retirada do freio localizado no ventre da língua (frenectomia lingual), ou seja, na parte embaixo da língua, de modo que esse processo “despregue” a língua presa.

Já na frenectomia labial, a retirada é feita no freio localizado nos lábios, que podem ocorrer tanto no lábio superior quanto no inferior. Por serem internos, são visíveis apenas quando levantamos essas partes dos lábios.

O que é a “língua presa”?

Entender como a língua presa se desenvolve e como ela pode ser tratada é importante. Para que isso aconteça é necessário entender o que são os freios. Em resumo, podem ser divididos entre dois tipos, os labiais e os linguais.

Os freios são estruturas dinâmicas, que podem estar sujeitas a variações na forma, tamanho e posição durante a fase de crescimento.

dentista1

A função dos freios labiais é a de limitar o movimento dos lábios. Desse jeito, eles promovem uma estabilidade da linha média, impedindo que aconteça uma exposição excessiva da gengiva.

A partir disso, a anquiloglossia, também conhecida como língua presa, acontece quando esse freio é menor do que o normal e faz com que os movimentos do órgão sejam mais limitados ainda.

Quando isso acontece, o freio lingual pode restringir o movimento da língua, afetando a deglutição, fala e fonação.

Tipos de Frenectomia:

Como cada freio tem um nome, seguindo a mesma lógica, cada cirurgia recebe o nome específico da parte que será modificada.

Dessa forma, temos:

  • Frenectomia lingual: especializada para a secção do freio lingual.
  • Frenectomia labial: no caso dos freios labiais, podendo ser superior e inferior ou nos dois ao mesmo tempo.
  • Frenectomia labial superior: como o próprio nome já diz, é realizada no freio do lábio superior.
  • Frenectomia labial inferior, que como o próprio nome indica, aquela que é efetuada no freio do lábio inferior.

Informações importantes:

Por causa da familiaridade entre as palavras, frenectomia pode ser confundida com frenotopia, que é outro tipo de procedimento cirúrgico.

Para que não haja confusão, explicarei a diferença entra elas, vamos lá!

Enquanto a frenectomia (frenulectomia) é realizada a remoção completa do freio, podendo incluir uma inserção ao osso subjacente.

A frenotomia (frenulotomia) é a incisão do freio – pequeno corte, ou seja, é feita uma remoção parcial.

Frenectomia pode corrigir diastema

Frenectomia pode corrigir diastema? 

A diastema pode ser uma condição que cria muito desconforto quem quem a tem, para resolver isso, é indicado a frenectomia. Porem, o tratamento para a diastema depende da fase de desenvolvimento da oclusão dental (movimentação dos dentes).

A cirurgia é realizada quando o freio do lábio superior está inserido na região de estrutura elevada localizada atrás dos dentes incisivos centrais superiores.

Essa condição é responsável por provocar a abertura do espaço devido o deslocamento das fibras do freio, podem resultar em outras consequências como a retração gengival, restrição dos movimentos labiais, prejuízo da estética do sorriso, entre outros.

Quem pode fazer a frenectomia?

A cirurgia é indicada para os seguintes casos, de acordo com o tipo de frio que será operado.

Sendo assim, na frenectomia labial, temos:

  • Pessoas com diastema interincisivo que são casos em que os dentes são separados por causa dos freios.
  • Limitação da mobilidade do lábio, por causa de uma inserção muito baixa do freio labial;
  • Motivos estéticos, principalmente nas situações de sorriso alto, que é quando a pessoa expõe, ao sorrir, uma maior parte da gengiva (ântero/superior), conhecido também como sorriso gengival;
  • Alterações da fonética (que normalmente estão associadas à presença de um diastema de grande dimensão);
  • Quando interferir com a correção ortodôntica (ortodontia);
  • Quando interferir na estabilidade e retenção de próteses dentárias.

Já na frenectomia lingual temos:

  • Quando o freio é muito curto e tem limitação dos movimentos da língua;
  • Fala comprometida (fonética), pelo mesmo motivo;
  • Dificuldade ou transtornos ao mastigar, também pelo mesmo motivo;
  • Lesões traumáticas, que resultam do “roçar” do freio nos incisivos inferiores, devido à grande proximidade entre as duas estruturas.

Mas todos os casos precisam ser analisados para poder confirmar qual tipo de cirurgia de frenectomia será feita, sendo assim necessário passar por uma avaliação com um ortodontista antes.

A cirurgia de frenectomia:

Geralmente, é um procedimento simples, podendo ser possível ser feita através de duas formas distintas, que podemos descrever como cirurgia a laser e convencional.

A cirurgia convencional, realizada com um bisturi normal ou convencional, em que são feitas as incisões para corte ou secção do freio, podendo removê-lo parcial ou totalmente.

Após este procedimento, é efetuada a sutura – pontos cirúrgicos dos tecidos moles, que podem ser utilizados, pontos reabsorvíveis ou não reabsorvíveis, em que os últimos terão que ser posteriormente removidos entre o período de 7 a 10 dias.

Já a cirurgia a laser de frenectomia é diferente da convencional apenas pela utilização do bisturi, que passa a ser um bisturi elétrico, de função semelhante, mas reduz o tempo da cirurgia.

Além de cortar, esse tipo de procedimento cirúrgico também promove a coagulação e a esterilização de imediato. Porém, não necessita de sutura, e como tal também reduz o edema e o trauma dos tecidos que estão associados aos pontos de sutura.

Nesse caso, o pós-operatório é mais tranquilo, sendo por isso cada vez mais considerada a frenectomia a laser em odontopediatria e nos adultos.

É bom informar que independentemente do método ou técnica cirúrgica utilizada é feita sobre anestesia local, logo, não sente dor durante a cirurgia de frenectomia.

O pós-operatório:

Como em qualquer outra cirurgia, também é preciso tomar alguns cuidados com a frenectomia. Para que não aconteça nenhum tipo de complicações, basta seguir algumas dicas.

A primeira é seguir as recomendações do seu dentista. Tomando a medicação que foi prescrita. Além disso, você pode optar por alimentos frios e pastosos e colocar gelo no local regularmente.

E o principal, evite o calor e fumar. Seguindo essas recomendações, pode ter certeza que o processo de recuperação será o mais tranquilo possível.

Frenectomia preço:

Os valores podem oscilar de um para o outro por causa de fatores como região ou método escolhido.

Um exemplo disso é na frenectomia labial, o preço variar por causa do tipo de freio e técnica ou método considerado.

Apenas a título de exemplo, podemos afirmar que o valor médio da cirurgia é relativamente baixo,  porém, só o médico especializado saberá cobrar o valor.

De qualquer forma, os valores podem oscilar de R$ 200,00 a R$ 800,00.

A partir disso é começar a se preparar para sua cirurgia de frenectomia, identificando o problema e você pode começar aqui, agendando sua avaliação!

Afinal, gostou do nosso texto? Tem alguma dúvida ou sugestão? Deixe seu comentário.

dentista

Leave a Comment

(0 Comments)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Logo Agende Uma Consulta Agora!