O Que Você Procura ?

fios de sustentação

Fios de sustentação: o que é, antes e depois e qual o preço

dentista2

Os fios de sustentação são um dos procedimentos estéticos que podem ser realizados em consultório odontológico.

Conheça aqui como ele é feito, quais são suas indicações, vantagens e preço:

O que é fios de sustentação?

Com o passar do tempo os procedimentos estéticos se tornaram mais acessíveis e cada vez mais uma opção de aumentar a autoestima e restabelecer a confiança.

O fio de sustentação é um dos procedimentos que tem como finalidade melhorar a aparência e espessura do rosto.

Existem vários tipos de fios de sustentação no mercado, todos com o mesmo objetivo em comum, levantar mais o rosto e dar suporte a certa região, reposicionando tecidos da pele e/ou músculos.

Os fios de sustentação atuam dando o efeito de lifting instantâneo na face, estimulando a produção de colágeno e desacelerando o processo de envelhecimento da pele.

Contudo, deve-se levar em conta que o efeito estético dos fios de sustentação é bem variável, já que irá depender do local em que for aplicado. Os resultados da aplicação dos fios de sustentação dispensam a realização de uma cirurgia plástica, o que é um de seus benefícios.

fios de sustentação antes e depois

Fios de sustentação antes e depois

Por meio da realização dos fios de sustentação, muito além da “subidinha” no rosto, está também a recomposição do volume, viscosidade, contorno e suavidade, proporcionando um rosto mais jovial e saudável.

dentista1

Dessa forma, a aplicação dos fios de sustentação é uma forma de tratamento de uma série de problemas envolvendo o envelhecimento, como a perda de elasticidade da pele, o estado de tensão do músculo no repouso (tônus muscular) e assim, o decaimento dos tecidos.

Com a realização dos fios de sustentação é possível devolver uma maior energia e jovialidade ao rosto cansado, fazendo com que a pele fique mais lisa, redefinindo o contorno do rosto e tratando rugas fundas como o “bigode chinês”, “bochechas de buldogue” e “linha de marionete”.

Entre outras possíveis utilizações dos fios de sustentação estão na suavização dos “pés de galinha” ao redor dos olhos e das linhas da glabela entre as sobrancelhas.

Quais são as indicações e contraindicações?

A indicação dos fios de sustentação é justamente pessoas que se sentem comprometidas e desconfortáveis pelos efeitos do envelhecimento e da perda de colágeno da pele. Entre o perfil mais indicado são pessoas acima dos 30 anos de idade que estão em processo de envelhecimento mediano, buscam o rejuvenescimento facial e não possuem excesso de gordura na região que serão feitas as colocações.

Entre as demais contraindicações estão:

  • Pessoas com doenças autoimunes;
  • Casos de infecções;
  • Diabetes;
  • Hipertensão;
  • Problemas de coagulação;
  • Gestantes e lactantes.

O procedimento, além de ser bem rápido e seguro, não requer um repouso prolongado e não deixa os sinais da recuperação perceptíveis após o período.

Mesmo sendo comum que a sua realização seja feita após os 30 anos de idade, o procedimento pode ser feito depois de completado os 18 anos de idade, em contextos em que se requer a reposição do tecido para a harmonia da face.

Pessoas de todos os tons de pele podem se submeter a colocação sem complicações, além de que pessoas contraindicadas ao lifting tradicional e idosos até 80 anos de idade também podem colocar os fios de sustentação tranquilamente.

Por fim, a técnica usada nos fios de sustentação é minimamente invasiva e indolor, fazendo com que o paciente possa retomar suas atividades diárias logo após a conclusão do processo.

Quais são os tipos de fios de sustentação?

Como dito, a aplicação de fios de sustentação pode ser feita em diferentes tipos de abordagem, que podem variar de acordo com as particularidades e necessidades do caso.

Em um primeiro momento, há os fios absorvíveis e não-absorvíveis, que se diferem quanto à duração dos benefícios, já que enquanto os absorvíveis se tratam de uma solução temporária, os não absorvíveis possuem efeito permanente.

Além disso, os fios absorvíveis possuem uma base de ácidos e substâncias usadas na sutura de cirurgias, sendo gradativamente absorvidos pelo organismo. Entre os seus tipos existentes pode-se citar os fios de PDO e PLLA.

Enquanto isso, os fios não-absorvíveis apresentam uma maior rigidez e, por isso, não são capazes de serem absorvidos pelo corpo com o tempo. Entre os seus possíveis materiais de confecção estão polipropileno, ouro e poliamida e entre os seus tipos estão os fios de ouro, fio russo e fio búlgaro.

Conheça quais são os principais tipos de fios de sustentação:

Fios de polidioxanona (PDO)

Os fios de PDO ou PDS são exemplos de fios temporais e são feitos em polidioxanona. Tendem a ser absorvidos pelo organismo dentro de período de 90 e 120 dias, sendo capazes de atingir os objetivos quanto a aparência e incitar a produção de colágeno dentro do meio tempo. Assim sendo, os efeitos chegam a durar de 6 a 12 meses.

Mesmo sendo um procedimento seguro e aprovado pela Anvisa, vale ressaltar que os efeitos dos fios de PDO usados para lifting vai variar de acordo com a forma que cada organismo tende a reagir a elementos estranhos.

Após a sua aplicação, os fios provocam uma reação inflamatória na camada da pele no local. Por conseguinte, produzem o colágeno em meio ao processo de inflamação.

Além disso, deve-se reconhecer que os fios de PDO não trazem um resultado imediato, uma vez que ele não atua na pele, podendo seu efeito demorar cerca de 2 a 3 meses para ser percebido.

Fios de ácido polilático (PLLA)

Os fios de ácido polilático, também chamados pela sigla PLLA ou silhouette são uma versão mais resistente dos de PDO, tendo como diferencial um efeito mais prolongado, podendo chegar a 1 ano e meio (12 a 18 meses).

A aplicação dos fios de PLLA é feita por meio de lesões feitas na camada da pele e que estimulam a produção do colágeno, também sendo capaz de provocar uma tração. Isso devido ao fato de serem lisos e terem micro-cones (pequenas garras) em sua estrutura.

É por essas pequenas garras que se é possível fixar os fios na pele, refletindo em seu resultado satisfatório e em sua maior duração. É também pelos micro-cones que se é possível esticar a pele, seja para as laterais ou para cima, dependendo do planejamento feito pelo dentista em consenso com o paciente.

Outro diferencial dos fios de sustentação é o seu efeito imediato provocado pela tração que os envolve. Essa é uma vantagem, já que o paciente já sai do consultório percebendo a suavidade das rugas e a diferença dos cantos dos olhos e boca levantados.

Por fim, deve-se ter em mente que os fios de PLLA, assim como os de PDO, não possuem resultados permanentes, devendo haver outras sessões para a manutenção do resultado.

Fio russo

O fio russo já é um dos tipos de fios de sustentação não-absorvíveis. Confeccionado por polipropileno, é capaz de permanecer no organismo definitivamente, já que se trata de um material biocompatível.

Os fios de sustentação russo, como o de PLLA, possuem pequenas garras que se responsabilizam pela realização da tração e do efeito lifting.

Contudo, mesmo se tratando de um procedimento permanente, a técnica está sendo utilizada cada vez menos, já que tende a oferecer riscos em sua aplicação.

Essa possibilidade de complicações leva em conta a formação de nódulos inflamatórios (granulomas) na região, o que possibilita o deslocamento do fio para outros lugares, fazendo com que o resultado seja comprometido e com que seja necessário a realização de ajustes depois da execução.

Fio de ouro

A realização do fio de ouro não é muito frequente, uma vez que possui certas desvantagens em relação às demais técnicas.

Uma vez que o ouro se trata de um material inflexível e consistente não possibilita que o procedimento do fio se ajuste bem de forma satisfatória aos contornos do rosto.

Levando em consideração essas particularidades do material, o organismo não é capaz de absorvê-lo. Contudo, isso é refletido de forma negativa, já que se formam caroços na pele ou se rompem com o tempo.

Fio búlgaro

O fio búlgaro se trata de um tipo de fio de sustentação feito em policaproamida. Ao contrário dos demais tipos, o tempo em que os efeitos estéticos é bem considerável, podendo o fio ser absorvido após um período de cerca de 5 anos.

No entanto, o fio búlgaro também possui a sua desvantagem, não sendo capaz de proporcionar resultados tão satisfatórios como os demais.

À vista disso, a escolha do tipo de sustentação ideal deve considerar as particularidades de cada um. Atualmente, os tipos mais usados são os de PDO e PLLA, sendo também os mais indicados pelo dentista.

fios de sustentação no rosto

Como é feita a aplicação dos fios de sustentação no rosto?

Para que os resultados benéficos sejam percebidos é necessário que antes da sessão haja o alinhamento de expectativa entre o dentista e o paciente, principalmente quanto à escolha do fio mais adequado.

Para a sessão, mesmo que minimamente invasiva, é feita uma anestesia local para evitar qualquer tipo de desconforto em meio ao processo. A aplicação dos fios é feita por meio da marcação do mapeamento facial estabelecida no planejamento.

Assim sendo, os fios são enfiados por meio de microcânulas na camada SMAS (Sistema Muscular Aponeurótico) por meio de perfurações no rosto. No entanto, considerando que microcânulas possuem espessura fina, os furos costumam a se fechar quase que instantaneamente, sem deixar cicatrizes.

Comumente são utilizados de 4 a 8 filamentos em caso deles serem mais afilados e por volta de 10 ou mais para filamentos de fios lisos. Vale considerar que a quantidade vai depender do grau de flacidez da área a ser tratada e do estudo da região feito pelo dentista.  

Os fios são inseridos na camada mais profunda de gordura, se agarrando ao tecido adiposo. Com isso, os tecidos da face se tensionam para cima e lado, o que permite que a parte da face se mantenha levantada pelo tempo em que o fio estiver estabelecido nos tecidos.

Para a conclusão do procedimento, o dentista irá ajustar os fios responsáveis pela tração, o que faz com que se consiga levantar um pouco mais o rosto. Ao final é feito o corte da ponta dos fios e o profissional faz os curativos.

Quais são os cuidados após o tratamento?

Por se tratar de um procedimento não muito invasivo, os cuidados que devem ser tomados após a sua realização também tendem a ser tranquilos.

Entre os principais estão:

  • Evitar exposição ao calor intenso;
  • Não dormir de bruço (em cima do rosto);
  • Realizar aplicação de compressa de gelo em meio às 24 a 48 primeiras horas após a aplicação;
  • Utilizar uma máscara de fita microporosa para conter os movimentos da face (por volta de 48 horas);
  • Evitar pressionar, massagear e realizar movimentos exagerados por volta de 3 a 5 dias.

Mesmo que não seja necessário repouso após o procedimento, o mais indicado é que se evite as atividades cotidianas por pelo menos 48 horas e atividades físicas por cerca de 3 a 5 dias.

É importante reconhecer que assim como demais procedimentos estéticos, a colocação dos fios pode causar um leve inchaço e vermelhidão na face, além de hematomas nos locais em houve a inserção das microcânulas. O uso da compressa de gelo pode amenizar os sintomas.

Fios de sustentação preço

O preço do fios de sustentação tende a ser bastante variável, alternando quanto a localização, técnica, profissional e clínica.

No entanto, o procedimento tende a ficar entre R$ 1.000 (mil reais) a R$ 3.000 (três mil reais).

Visitas regulares ao dentista

As visitas regulares ao dentista são decisivas para a manutenção da saúde não são geral, mas também geral.

É pelas visitas periódicas ao consultório odontológico que você consegue se beneficiar com procedimentos que envolvem a boa aparência e a saúde não só do sorriso, mas também da face.

É o dentista o profissional capaz de te proporcionar esse tipo de benefícios, sendo recomendado que as visitas sejam feitas ao menos 2 vezes ao ano (de 6 em 6 meses).

A visita a uma clínica odontológica OralDents visa não só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

Você tem alguma pergunta? Deixe sua pergunta abaixo e nós teremos prazer em respondê-las.

dentista

Deixe um Comentário

(0 comentário)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Logo Agende Uma Consulta Agora!