O Que Você Procura ?

cárie no dente

Cárie no dente: o que é, o que causa e como tratar

dentista2

A cárie no dente é um dos maiores problemas de saúde bucal do Brasil e do mundo, de modo que ele atinge pessoas de todas as faixas etárias, até mesmo bebês.

Portanto, independente da idade e dos dentes serem decíduos ou permanentes, todos estão sujeitos a ela.

Confira mais a respeito dela, assim como o que é, o que causa, sintomas e como acabar com a cárie no dente:

o que é cárie no dente

O que é cárie no dente?

A cárie no dente é o resultado do dano causado pela ação de bactérias presentes no interior da boca.

No primeiro momento, existe apenas a formação da placa bacteriana, ou biofilme, que é o resultado do acúmulo de bactérias na superfície dos dentes.

Para se alimentarem, essas bactérias realizam a fermentação de partículas e açúcares presentes na boca.

Como resultado desta fermentação, elas liberam um ácido no interior da boca que resulta no desgaste dos dentes.

Com o passar do tempo, essa corrosão do esmalte tende a crescer, o que resulta na formação da cárie, que se não for contida, continuará a corroer toda estrutura do dente podendo chegar até mesmo a atingir o periodonto.

O que causa cárie no dente?

A cárie é o resultado da corrosão causada pela liberação de ácidos da fermentação de partículas de alimentos e açúcares.

dentista1

Portanto, isso significa que ela é o resultado do acúmulo de restos de alimentos e bactérias na boca.

Desse modo, os fatores que contribuem para o acúmulo dessas bactérias e das partículas de alimentos são:

Má higienização bucal

A má higienização bucal contribui tanto para o acúmulo de bactérias quanto para o acúmulo de partículas de alimentos.

Isso acontece devido ao fato de que os maiores responsáveis por remover as partículas de alimentos e as bactérias são a escovação dos dentes e o uso do fio dental.

Desse modo, nos casos onde a higienização bucal é feita de maneira errada ou desleixada, eles não conseguem exercer sua função, o que acaba resultando na formação da cárie no dente.

Consumo excessivo de alimentos açucarados

A produção dos ácidos que corroem o esmalte dentário é feita pelo processo de fermentação feito pelas bactérias.

Sendo que uma das principais substâncias utilizadas nessa fermentação, o que faz com que o consumo de açúcares acelere a produção de ácidos e portanto a corrosão do esmalte dentário.

Desse modo, essa é uma das causas para que o consumo de doces cause dor em pacientes que já sofrem com a presença de cáries.

Xerostomia

A boca seca é uma condição que interfere na produção de saliva, que é a primeira linha de defesa da boca contra bactérias e também é responsável por auxiliar na limpeza da boca.

Sendo assim, devido a baixa produção de saliva, também há um déficit em sua quantidade, o que resulta na vulnerabilidade dos dentes a microrganismos maliciosos.

A cárie no dente é contagiosa?

As doenças causadas por bactérias são extremamente comuns e elas são famosas por estarem em todos os lugares.

O que implica que essas enfermidades causadas por bactérias costumam ser extremamente contagiosas.

Porém, diferentemente das doenças comumente causadas por bactérias, a cárie não é uma doença contagiosa.

Isso significa que ela não pode ser transmitida pelo compartilhamento de objetos nem por meio de beijos.

Quais os sintomas?

A cárie possui uma série de sintomas, dentre os quais o principal é a dor de dente. Além dela, os outros sintomas são:

  • Furos e/ou manchas marrons ou pretas nos dentes afetados;
  • Sensibilidade tanto ao toque quanto a alimentos quentes, frios e doces;
  • Inchaço e dor da gengiva.

Possíveis complicações 

Caso a cárie no dente não seja tratada em seu início ela pode se tornar complicações muito mais severas podendo levar o paciente até mesmo à óbito.

Em um primeiro momento, ela se trata apenas de uma formação de placa bacteriana inofensiva que com o passar do tempo pode se tornar um cálculo dentário.

O cálculo dental ou tártaro, é causado pelo endurecimento da placa bacteriana e se torna uma camada rígida e porosa de coloração escura.

Por conta disso, ela se torna um ambiente ideal para o desenvolvimento de outras bactérias.

Desse modo, ao decorrer do tempo, essas bactérias se alimentam de partículas e açúcares e liberam ácidos, que são responsáveis por corroer o esmalte dentário, o que resulta na formação da cárie.

Caso não seja tratada durante essa fase, a cárie no dente pode progredir até o estágio onde ela atinge a polpa do dente, gerando a pulpite ou o dente inflamado.

Nesse ponto, ela já comprometeu todo o núcleo do dente e ao paciente realizar um tratamento de canal para remover toda a cárie.

Se ela for ignorada nesse ponto ela pode resultar no aparecimento de gengivite e periodontites, o que pode comprometer toda a boca.

Quando está nesse estágio, é essencial tratá-la, pois caso ela seja ignorada pode acabar acontecendo de as bactérias responsáveis pela cárie caírem na corrente sanguínea.

Isso gera um caso de endocardite que pode até mesmo levar o paciente ao óbito.

como acabar com a cárie no dente

Como acabar com a cárie no dente?

A cárie pode ser removida de três maneiras, sendo que a maior influência no modo de tratamento é o estágio em que a cárie está.

Os três métodos de remoção são:

Gel papacárie

O gel papacárie é um composto que realiza a remoção da cárie por meio de reações químicas.

Desse modo, ele é capaz de remover as cáries sem a necessidade de ir ao consultório para realizar raspagens e até mesmo remove a necessidade do uso da anestesia.

Para utilizá-lo é necessário aplicá-lo diretamente em cima do local afetado, deixá-lo atuar por certo tempo e em seguida retirá-lo, tomando cuidado para não engoli-lo.

Esse produto é utilizado somente em casos onde a cárie ainda está agindo  superficialmente.

Raspagem

O processo de raspagem consiste na ida ao consultório para que o dentista utilize uma mini broca para remover todo o tecido comprometido.

Logo após é feito um procedimento de restauração para deixar o dente esteticamente mais bonito e melhorar sua funcionalidade.

Esse procedimento é utilizado em casos mais simples onde a cárie se encontra em um nível mais superficial.

Tratamento de canal

O tratamento de canal é responsável por desvitalizar o dente, ou seja, ele remove toda a polpa do dente, faz o selamento das raízes e o preenche novamente com resina.

Desse modo ele é capaz de remover todo o tecido comprometido, mesmo que seja a própria câmara pulpar.

Visitas regulares ao dentista

Nas visitas regulares ao dentista é possível identificar e tratar casos de cárie no dente logo em seu início.

Dessa maneira é possível evitar que ela se torne uma complicação muito mais severa e acabe comprometendo toda a saúde bucal e até mesmo do corpo no geral.

Por meio delas também é possível realizar tratamentos rotineiros, como a profilaxia, que é a limpeza profissional dos dentes e deve ser realizada de 6 em 6 meses.

A profilaxia também garante a possibilidade de realizar a raspagem de tártaro e remoção da placa bacteriana.

Logo, as visitas periódicas também tornam possível o aconselhamento a respeito de bons hábitos de higiene bucal, fazendo assim com que o paciente melhore seus cuidados diários.

Logo, a visita a uma clínica odontológica OralDents não visa só um sorriso mais bonito, mas também uma melhor qualidade de vida.

O seu sorriso é nossa prioridade! Confie na OralDents!

dentista

Deixe um Comentário

(0 comentário)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Logo Agende Uma Consulta Agora!