O Que Você Procura ?

bolha na boca

Bolha na boca: confira as principais causas e como tratar!

dentista2

Bolha na boca é sinal de que algo não está bem, podendo ser sinal de possíveis problemas bucais, como a herpes labial, por exemplo.

Mas além disso, há outros problemas bucais que podem manifestar da mesma forma, e quando ignorados, as complicações podem ser terríveis.

Portanto, se você já teve ou quer se prevenir para que não apareça bolhas na sua boca, este texto é para você. Confira aqui tudo a respeito desse problema. Tenha uma boa leitura!

bolha na boca o que pode ser
Bolha na boca de uma criança, que é um dos principais grupos que mais apresentam este problema, por causa da idade, que influencia em traumas e mordidas que geram as bolhas na boca.

Bolha na boca o que pode ser?

Também chamado de mucocele, é o acúmulo de saliva no interior do tecido bucal. Logo, isso pode acontecer quando há rompimento de canais que transportam a saliva devido a algum trauma ou batida local.

Sendo assim, acontece uma lesão nos dutos salivares, em que o vazamento do fluído sai dessas regiões e forma lesões bolhosas vistas a olho nu.

A causa dessa ruptura é na maioria das vezes, um trauma. Entre eles, temos:

  • Mordidas – especialmente as que acontecem com mais frequência quando o paciente tem a mania de morder os lábios;
  • Pancadas;
  • Obstruções naturais das glândulas salivares;
  • Doenças bucais pré-existentes também fazem com que os dutos salivares se obstruam ou rompém, de modo que gera lesões que provocam bolhas na boca.

Crianças são mais propensas a desenvolverem bolhas na boca, por causa dos traumas de mordidas, entre outros.

Bolha na boca sintomas

Por se tratar de um problema assintomático, ou seja, não apresente nenhum sintoma para o paciente.

Desse modo, o único sinal que evidencia o problema é justamente o surgimento de uma bolha, que na grande maioria das vezes é indolor e pode até mesmo sumir sozinha.

dentista1

Com isso, o sintoma que é mais fácil de se identificar é a própria lesão, que pode gerar um certo desconforto e estranhamento quando aparece.

No entanto, quando a bolha é muito grande, há a possibilidade de prejudicar atividades rotineiras, como a fala ou alimentação.

Fora isso, os demais sintomas são raros, de modo que o paciente nem perceba. Por isso, dor é uma ocorrência rara, porém, se houver sinais de processo inflamatório ou outros sinais, significa que está na hora de procurar por um especialista em saúde bucal.

Mucocele diagnóstico

Apesar do diagnóstico de uma bolha na boca ser algo simples, é fundamental que não deixe de fazê-lo.

Dessa forma, o diferencial do problema é que ele está associado a outras causas, como o surgimento de lesões, por exemplo, e a presença de carcinomas.

De modo geral, o diagnóstico é feito com a observação visual das lesões. No entanto, o profissional pode exigir exames complementares, especialmente se o caso necessitar de uma intervenção cirúrgica.

Porém, não acabou ainda! Mesmo que retire a bolha na boca, é possível que o profissional exija um exame histopatológico, que tem o intuito de identificar a mucocele e de onde ela veio, por exemplo, outros fatores como câncer.

Como mencionado anteriormente, grande parte das lesões de mucocele tende a regredir e ser autolimitante, ou seja, acabar por si mesma. No entanto alguns casos demandam cuidados específicos, como veremos a seguir.

Um exemplo comum é quando a lesão, ao invés de regredir, aumenta bastante de tamanho e começa a atrapalhar a qualidade de vida do paciente, interferindo na fala, na mastigação e no seu conforto.

Nesses casos, é feita uma pequena cirurgia no próprio consultório do dentista para remover a bolha. Ela é minimamente invasiva, não requer internamento e o paciente pode voltar às suas atividades comuns cerca de 48 horas depois do procedimento.

Bolha na boca como tratar?

Na maioria dos casos, a mucocele se rompe em alguns dias sem nenhuma intervenção. A recuperação  também é de forma rápida, de maneira que na maioria dos casos não há presença de dor.

No entanto, é possível que a bolha na boca ressurja. Isso acontece quando o canal salivar não é removido corretamente ou se as glândulas salivares adjacentes tiverem sido danificadas.

Por este motivo, para impedir a infecção, a bolha não deve ser picada ou removida pelo paciente.

A excisão – cirurgia de extração, de uma bolha, seja ela periódica ou persistente é executado das seguintes maneiras:

  • Excisão cirúrgica: é um tipo de cirurgia que é feito com grande cuidado para evitar quaisquer tipo de dano ao nervo ou a um ramo do nervo relativo à língua, já que se houver dano próximo da glândula salivar, é possível que a bolha na boca retorne.
  • Cryosurgery: é utilizado nitrogênio líquido, que é aplicado nas pontas dos cantos da cavidade oral para que a lesão seja congelada e arrancada.
  • Outros tratamentos também incluem o laser de dióxido de carbono e electrocauterização para extrair a bolha na boca.

Outros métodos da excisão da bolha na boca

O laser de dióxido de carbono absorve a água/líquido que está armazenado dentro do “cisto” e o conduz até sua vaporização.

Dessa forma, esse procedimento tem como vantagens adicionais a precisão, a ação rápida, do hemóstase excelente e a ausência de inflamação durante o processo de cura.

A electrocauterização e o cryosurgery ajudam a retirar a lesão e poupa as estruturas adjacente.

Complicações dos tratamentos de remoção da mucocele

Dentro do processo cirúrgico da remoção de uma mucocele, estão as possíveis complicações:

  • Retorno em caso da remoção incompleta;
  • Ferimento dos nervos próximos, glândulas salivares, ou canais salivares, durante a dissecção, que pode igualmente conduzir ao retorno;
  • Hemorragia;
  • Ferimento do nervo em caso envolvendo o ramo labial do nervo mental;
  • Parestesia provisório.

Bolha na boca, como prevenir?

Embora não seja possível prevenir o surgimento da mucocele, há dicas que ajudam a prevenir o problema.

Um exemplo disso é eliminar hábitos nocivos, como morder a boca constantemente ou de fazer o movimento de sucção. Uma vez que isso quando é feito facilita o rompimento dos ductos e pode contribuir para o aparecimento das lesões.

Além disso, outra dica é a de tomar cuidado com traumas frequentes na região bucal. Afinal, esse tipo de problema além de causar a bolha na boca, pode também originar outros problemas.

pode estourar bolha na boca
Bolha formada no lábio inferior. Quando a bolha seca, ela pode causar lesões semelhantes a afta.

Pode estourar a bolha na boca?

É possível que aconteça a drenagem espontânea, ou seja, a bolha estourar/vazar sozinha. Porém, se não for o caso, NÃO a estoure.

Afinal, existe uma forma de eliminar a mucocele. Dessa forma, ao fazer isso por conta própria, é possível que a bolha na boca, ao se romper cause problemas, como infecções, entre outros, podem surgir.

Cuidar do seu sorriso fica mais fácil quando se tem uma clínica odontológica OralDents por perto. Por isso, encontre a mais próxima e garanta mais saúde na sua vida!

Agora que já sabe mais a respeito da bolha na boca, deixe aqui seu comentário sobre o que achou do texto, pode ser um elogio, uma dúvida, crítica, entre outros!

dentista

Deixe um Comentário

(0 comentário)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Logo Agende Uma Consulta Agora!