O Que Você Procura ?

bochecha inchada

Bochecha inchada: quais as suas causas e como tratar

dentista2

Bochecha inchada pode envolver apenas alguma parte específica. Além de comprometer a aparência, pode indicar graves disfunções e complicações à saúde bucal.

Apesar de essa ser uma de suas causas, também é consequência da mordida de algum inseto, de queimaduras, do efeito de algum cosmético ou medicamento, ou até mesmo, o resultado de doenças infecciosas, como a caxumba e a sinusite.

Saiba aqui sobre a bochecha inchada e como realizar o tratamento. Boa leitura!

Bochecha inchada, quais as causas?

A bochecha inchada, quando relacionada a saúde bucal, na maioria das vezes, é resultado de fraturas nas restaurações, da ação de cáries na região do periápice dental, e dos abscessos crônicos ou agudos.

Abscessos na dentição

O inchaço facial tem os abscessos crônicos ou agudos como principais motivações. Isso se deve a uma infecção bacteriana que se desenvolve devido a uma má higiene bucal e a falta do tratamento odontológico necessário.

A infiltração de restaurações antigas também resulta nos abscessos dentários. Afinal, eles se originam na base da dentição ou na superfície da gengiva, perto da raiz do dente.

Os sintomas dessa anomalia incluem concentração de pus, dor intensa no local e sensibilidade dentária. Os efeitos são perceptíveis em uma coloração mais escura na arcada dentária e a vermelhidão da gengiva.

Complicações no tecido gengival

Com a má higiene bucal, resíduos de alimentos podem se acumular na gengiva e originar doenças periodontais, que favorecem o inchaço da bochecha.

A periodontite, além do tecido gengival, também atinge a sustentação da arcada; o osso alveolar, podendo levar a perda do dente.

dentista1

Se trata da fase mais grave da gengivite, surgindo quando a fase inicial não recebe o tratamento profissional. Além da vermelhidão, a gengiva nesse caso também fica sensível. Dessa forma, há a incidência de sangramentos durante a escovação.

Logo, os cuidados da saúde bucal também estão diretamente ligados a bochecha inchada.

Sinusite

A sinusite se trata de uma infecção que atua os seios paranasais e leva a inflamação a sua mucosa, localizada nas bochechas. Se trata de uma alergia que compromete a drenagem da secreção formada nos paranasais.

Ademais, qualquer microrganismo capaz de originar à uma reação alérgica pode levar a essa complicação.

Caxumba

É uma infecção que ocorre nas glândulas parótidas da cavidade bucal, responsáveis pela sintetização da saliva. Eventualmente, com a vacinação, os casos de bochecha inchada raramente estão associados a caxumba.

bochecha inchada só de um lado
Mulher com desconforto em uma das bochechas.

Bochecha inchada só de um lado

A bochecha inchada, quando só de um lado, pode se tratar do Edema facial; sequela de uma pressão no rosto durante o sono. Podem se originar de uma lesão facial ou até mesmo uma condição de saúde que ainda não identificada.

Uma reação alérgica também pode causar o Edema, assim como distúrbios das glândulas salivares, em reação a medicamentos, à rinite, e até mesmos à sinusite e ao abscesso dentário. Também pode afetar ambos os lados, o pescoço ou garganta.

Bochecha inchada após tratamento de canal

A bochecha inchada pode sinalizar a incidência de alguma infecção desenvolvida por alguma irregularidade no tratamento de canal. Nessa situação, deve-se recorrer a um endodontista, visto que é o profissional especializado em canal.

Logo, o inchaço não é um efeito normal do tratamento de canal, ao contrário das dores, que podem ser controladas por meio de analgésico, seja o Dipirona ou o Paracetamol. Por fim, o uso de Anti-inflamatórios não é indicado.

Bochecha inchada siso

No caso da extração do siso, o inchaço é normal e o seu pico ocorre após 72 horas do procedimento feito, sendo gradual e voltando de volta ao normal logo depois.

Quais as consequências do inchaço da bochecha?

As infecções que se desenvolvem na região acima da porção apical da raiz motivam uma série de danos à saúde, não só bucal, indo além das dores de dente e de sua perda.

Sensibilidade no dente

A sensibilidade está entre as primeiras consequências que podem ser percebidas pelo inchaço da bochecha. Ela ocorre pelas bactérias que contaminam o esmalte dentário. Há em seguida a formação de pequenas fendas pela deterioração da arcada dentária; cárie.

Essa abertura, quando agravada, se aprofunda e atinge, além do esmalte, a dentina do dente. A dentina, por sua vez, possui uma textura macia e sensível, o que leva a sensibilidade e o seu desconforto.

Caso a cárie não seja tratada por um dentista, pode alcançar a polpa do dente e assim, provocar um inchaço nos linfonodos, que ajudam no combate de infecções. Problemas com a mastigação também são perceptíveis.

Pus nas gengivas

Quando a infecção ocorre na gengiva se nomeia abscesso na gengiva. Na maioria das vezes, as bactérias que estão na zona bucal são também boas e naturais da região.

Entretanto, quando ruins, se proliferam e levam a formação da placa bacteriana, e assim, ao tártaro, às cáries, e demais complicações.

Se alastrando até um tecido aberto, elas se proliferam e geram uma infecção na região. O sistema imunitário enviará glóbulos brancos e se iniciará um processo inflamatório que busca a eliminação desses microrganismos.

A consequência será a formação de uma bolsa de pus no local, capaz de trazer uma forte dor ao paciente. Em conclusão, deve ser tratada o quanto antes, evitando que outras regiões sejam afetadas e que além do inchaço da bochecha haja o sangramento na boca.

Proliferação de bactérias pelo organismo

Neste caso, em que as bactérias se espalham pela corrente sanguínea, a inflamação traz uma dor intensa e é capaz de causar vários outros problemas à saúde. Isso se deve ao fato de o sistema imunológico identificar os micróbios como patogênicos; nocivos.

Além disso, vários tipos de micróbios podem influenciar o inchaço. Caso não haja o tratamento, a infecção pode se alastrar ainda mais pelo organismo, e ainda, levar a perda de parte da dentição.

Infecções

A principal doença infecciosa associada a esse caso é a endocardite bacteriana, que é uma inflamação do endocárdio, a camada interna do coração, e das válvulas cardíacas.

A endocardite bacteriana, apesar de atingir o coração, tem origem na boca, e entram em contato no órgão pela corrente sanguínea. Quando grave e sem o tratamento, o paciente pode desenvolver outros problemas cardíacos ao longo da vida e vir ao óbito.

Tratamento de bochecha inchada

Para o tratamento de bochecha inchada é necessário que primeiramente a causa seja identificada. Caso a origem esteja na dentição será necessário que o consumo de antibióticos seja feito para conter a infecção.

No caso de cárie profunda, o tratamento de canal é o mais indicado. Com ele se previne a que parte da arcada se perca e que a infecção se alastre pelo organismo. O profissional irá estudar o uso de medicamentos no quadro que possui a periodontite como problema principal.

Portanto, assim que você sentir e perceber os sintomas, consulte o seu dentista. É ele que após realizar o diagnóstico, te dará orientações precisas sobre qual será o tratamento ideal de seu problema.

Para se evitar e se recuperar de complicações como a bochecha inchada e suas circunstâncias, manter a visita regular ao consultório odontológico e os cuidados com a higiene bucal em dia é essencial.

Higiene bucal em dia

A higiene bucal adequada é o principal cuidado a ser tomado para a manutenção da saúde bucal. Ela deve ser precisa e completa, compreendendo a escovação, a passagem do fio dental, e o uso do enxaguante bucal.

A escovação deve ser feita assim que acordar, nos intervalos entre refeições, e ao ir se deitar. O creme dental deve conter flúor e as escovas cerdas macias. Os movimentos precisam ser circulares e ser feitos por toda a extensão da dentição. Não se esqueça de escovar a língua.

O uso do fio dental deve ser feito apenas uma vez por dia, assim como o uso do enxaguante, juntamente, acompanhando alguma das escovações.

Por fim, caso no decorrer da higiene bucal você detectar alguma anormalidade, visite o seu odontologista. É só assim, pelo acompanhamento periódico, que a ação preventiva é feita da maneira devida, identificando os problemas em sua fase inicial e os tornando mais fáceis de serem resolvidos.

Garanta mais saúde e qualidade para seu sorriso agendando em uma de nossas clínicas OralDents.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

dentista

Deixe um Comentário

(0 comentário)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Logo Agende Uma Consulta Agora!