O Que Você Procura ?

bico de bebê

Quais os riscos do uso prolongado do bico de bebê?

dentista2

Como diz na música de Carmen Miranda: “Dá a chupeta pro bebê não chorar…” é o que muitos pais dão aos filhos a chupeta, conhecida também como bico de bebê.

Apesar de parecer algo comum, muitos ficam na dúvida se devem ou não utilizar o bico, afinal, o uso prolongado pode trazer problemas odontológicos.

Já outros, consideram algo normal. Mamães e papais de primeira viagem, neste texto, explico melhor as informações sobre o uso do bico de bebê , entre outras curiosidades.

A importância do bico do bebê

Durante a gravidez, ao fazer a ultrassom, em alguns casos é possível ver o bebê já chupando o dedo e isso pode continuar após o nascimento.

Alguns pais acabam optando pelo bico de bebê, afinal, chupar o dedo pode trazer problemas fisiológicos, como a desordem nos órgãos da criança.

Porém, o que muitos não sabem é que tanto o processo de chupar o dedo ou o bico de bebê é algo normal e importante para o crescimento das crianças.

Isso acontece porque a ação de chupar, também conhecida como sucção, é um reflexo natural do bebê, podendo ser notado ainda no útero como citado acima.

No primeiro ano de vida, o bebê tem uma necessidade fisiológica de sucção, porque ela promove a liberação de endorfina, que pode produzir diferentes efeitos, como modulação do humor e da ansiedade, além de sensações de prazer e bem-estar.

Logo, quando é usado o bico para bebês, a sucção produzida ali, pode acalmar a criança, fazendo com que eles se sintam acolhidos.

É importante enfatizar que a sucção do bebê ao mamar no seio materno é completamente diferente do sugar o bico de uma mamadeira ou chupeta.

dentista1

O uso da chupeta já virou um hábito na sociedade, de modo que é passado de geração para geração, até mesmo por causa do seu valor de custo-benefício.

Quando usar o bico de bebê?

Alguns profissionais recomendam que o uso da chupeta seja limitado até que ela complete 1 ano de idade. Desse modo, o bico deve ser introduzido após o período de amamentação, para que ajude no processo de sucção.

Mas há outros que defendem o uso do bico antes desse período de 1 ano. Nesse caso, os pais que optam pelo uso da chupeta, podem oferecer o bico de bebê, mas com uma opção a restrição do uso dele, de modo que a criança não fique dependente.

Uma forma de criar um limite com isso é o de que desde o momento que a criança seja exposta ao uso do bico, ela também seja desestimulada, mas como fazer isso?

Você pode optar por apresentar brinquedos macios e de plástico para a criança, afinal, tudo é levado â boca nessa idade. Lembre-se de conferir se é próprio para bebês.

Outro fator que leva ao uso da chupeta é de quando o bebê começa a chorar, dar o bico ou o peito.

Como esterilizar o bico de bebê

Como esterilizar o bico de bebê

Especialistas em pediatria aconselham que o bico seja higienizado diariamente, de acordo com as orientações do fabricante, que geralmente vem rótulo da embalagem.

O fato de ser exposto a vírus e bactérias, o bico pode ser um grande foco para micro-organismos que transmitem doenças como estomatites.

Com isso, fervê-la na água é um método indicado, principalmente em situações como a da chupeta cair no chão, podendo ser utilizada por todos os dias.

Até que idade usar o bico de bebê?

Segundo a Associação Brasileira de Odontopediatria (ABO) e o Ministério da Saúde é recomendado que até os 2 anos de idade seja o limite, podendo se estender até os 3 anos.

Esse período é importante porque o quanto mais cedo a chupeta for banida, maiores as chances de autocorreção de possíveis problemas que possam surgir nas arcadas dentárias, que são causadas devido a utilização do acessório.

Isso acontece porque depois dos dois anos, pode acontecer de que as alterações causadas pelo o uso do bico de bebê se tornem irreversíveis, como a alteração de maloclusão, ou patológico.

Sendo assim, recomenda-se que a chupeta não seja disponibilizada o tempo todo, como acontece nos casos de sono ou de tensão emocional, que é uma das manobras dos pais conter a criança.

Problemas causados pelo uso do bico de bebê

Já é de conhecimento que o uso após a idade “limite” recomendada pode causar problemas, como a mudança na posição dos dentes e as arcadas dentárias.

Outros fatores ligados a isso estão as alterações na mordida, prejuízos na mastigação, na deglutição e certos casos, até mesmo na fala.

Mas não pense que o uso da chupeta afeta apenas a parte oral, ela pode comprometer outras partes do corpo, como na função respiratória, ocasionando, por muitas vezes, uma respiração bucal com episódios de roncos e fadiga.

Esses problemas podem ocasionar distúrbios de atenção e dificuldades no aprendizado, necessitando a atenção de profissionais como psicólogos.

Por último, o fator imunológico, já que a chupeta facilita a migração de bactérias das secreções nasais para o ouvido médio, levando ao risco de otite média aguda.

Outras doenças que também tem maior frequência por causa do uso do bico de bebê são as aftas e a candidíase, também conhecida como sapinho.

Por conter fungos e bactérias, acabam sendo transmitidas para as crianças pelo o uso da chupeta. Além delas, doenças como respiração ruidosa, vômitos, febre, diarreia e cólicas.

Sendo assim, muitos pais preocupam se usam ou não o bico de bebê, uma vez que podem contribuir para que a criança fique doente podendo precisar ser hospitalizada.

Prós e contras o uso da chupeta

O bico tem seus dois lados, sendo um bom e o outro ruim. Para entender melhor quais os benefícios e riscos tem o uso do bico de bebê, deixo eles aqui listados.

Prós

O fator calmante que as chupetas podem causar nos bebês é um alívio para os momentos de tensão para os pais, então essa condição é um dos benefícios.

Outro lado positivo é de que para muitos médicos, o bico de bebê pode ser um recurso contra a Síndrome da Morte Súbita, que para quem não conhece, é um fenômeno quando o bebê, ainda nos primeiros anos de vida, vai a óbito sem explicação.

O uso do bico também em bebês prematuros ajuda a aumentar a sucção, contribuindo para que eles ganhem peso, estimulando o processo da sucção.

Contras

Para a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) é possível que o uso do bico cause problemas na amamentação. Isso acontece por causa do processo de sucção.

Como os bebês não conseguem identificar quando é o peito e quando é o bico, dessa forma, podem mamar por menos tempo.

Uma vez que, quando estão no peito, são utilizados músculos diferentes dos que são usados para sugar a chupeta.

Quando o bico de bebê é utilizado por um longo prazo, pode desencadear problemas ortodônticos como os citados acima e até doenças fora do sistema oral, como a otite e propensão a doenças virais.

Mitos e verdades sobre bico de bebê

É comum que algumas informações sejam atravessadas ao longo do tempo, principalmente quando se fala de algo como a chupeta, que tem parte importante na fase de criança.

Toda chupeta é igual?

MITO. Apesar de não ser recomendo pela SBP, por ser algo comum nos lares brasileiros, é aconselhável que alguns pontos sejam levados a sério, como o material e idade do bebê ou criança.

Outros fatores como o formato do bico, que precisa permitir que a criança, ao colocar o bico na boca, consiga fechá-la ao máximo também é levado em consideração.

O bico acalma o bebê?

VERDADE. Como já falamos a sucção não nutritiva, que acontece quando o bebê está com a chupeta, ajuda os pequenos a relaxar em momentos de tensão, como o choro.

É uma das opções de muitas mães para não terem que ficar recorrendo ao peito quando a criança choca.

Qual é melhor, dedo ou chupeta?

RELATIVO. Como muitas crianças tendem a chupar o dedo naturalmente, é comum que muitas delas, mesmo com o uso do bico, recorram ao dedo na falta do mesmo.

A necessidade de sugar é algo normal e comum que faz parte do desenvolvimento dos bebês, contribuindo para que a criança acabe optando por um dos dois, ou ambos.

Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria a sucção do dedo durante os 2 meses é normal e que não há benefícios em oferecer a chupeta como alternativa.

Porém, o indicado é que os pais usem da criatividade para criar estratégias, como oferecer mordedores e chocalhos para substituir o dedo.

Quando trocar a chupeta?

É de extrema importância examinar com frequência o bico de bebê. Tendo atenção em como está o estado do material, se ele está danificado, gasto, rachado ou até mesmo rasgado.

Recomenda-se que a cada 2 meses, seja feito a troca, mas caso o matéria tenha sito comprometido como descrito acima, pode efetuar a troca.

Sempre que o material estiver danificado de alguma maneira, seja gasto, rachado ou rasgado. Para tanto, é importante examinar com freqüência e atenção a chupeta. Na dúvida sobre o bom estado do acessório, opte pela troca: é mais seguro.

Como escolher a chupeta certa?

De modo geral, o bico de bebê não faz bem para as crianças, porém, muitos pais oferecem ele aos pequenos, para amenizar momentos como o do choro.

Por apresentar problemas que podem causar grandes transtornos, a chupeta não é indicada, mas caso os pais optem por ela, é aconselhável o uso da chupeta ortodôntic, que é menos prejudicial aos dentes

A partir disso, ao comprar o produto, fique de olho nas especificações da embalagem conferindo se é próprio para a idade do seu bebê, o tipo de formato do bico, e o material.

Uma dica para ajudar na hora de escolher é que o bico de bebê de látex é mais propício em acumular bactérias. Sendo assim, a chupeta de silicone é mais indicada.

Agora que já descobriu mais informações sobre a chupeta para bebês, é decisão sua como pai ou mãe se usa ou não o acessório.

Os riscos são inevitáveis, para que haja um equilíbrio, busque alinhar as idas ao consultório dentista e também a um pediatra.

Você consegue pode conferir e agendar uma avaliação aqui, dando o primeiro passo para um sorriso mais bonito. Será um prazer atender você!

Gostou do nosso texto? Tem alguma dúvida ou sugestão? Deixe aqui nos comentários que iremos resolver isso juntos!

dentista

Deixe um Comentário

(0 comentário)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Logo Agende Uma Consulta Agora!